LIDERANÇA E EQUIPE PRODUTIVAS – NA PRÁTICA – PARTE 2

     É impressionante como gostamos de falar em crise. Obviamente que a crise existe, mas a mídia brasileira gosta de reforçar isso. Afinal, durante tantos anos fomos o País da crise, não é verdade? Meu sócio Tiago Aguiar, esteve em Nova Iorque algumas semanas atrás e ele disse que eventualmente ouvia-se falar de crise pela mídia de lá, mas o foco era em dar a volta por cima. Será que não estamos focando no lado errado por aqui?
     Falo de crise, porque essa palavra está associada com reduções, cortes de despesas e fazer equipes produzirem mais com menos e nesse contexto o papel do líder se torna indiscutível. O assunto dá continuidade ao artigo do mês anterior, que aborda o papel da liderança produtiva na prática. Vamos continuar com algumas estratégias para o líder fazer sua equipe ter mais tempo, foco e produtividade:.

5 – Menos Reuniões, Mais Trabalho –Se existe um ladrão de tempo e dinheiro nas corporações nos dias de hoje são as reuniões! Ninguém aprendeu a fazer uma boa reunião e acabam empiricamente tornando esses encontros verdadeiros martírios de tempo. Em uma pesquisa recente que conduzimos, descobrimos que a cada 100 funcionários uma empresa perde aproximadamente R$ 500 mil por ano em reuniões totalmente desnecessárias! Então, não corte custos, corte reuniões e deixe a equipe trabalhar.
     Antes de pensar em convocar uma reunião faça de tudo para evitar que ela aconteça, talvez através de um e-mail com a sugestão de solução para o problema (ao invés de uma discussão longa). Descubra o verdadeiro objetivo da reunião, o que deve ser discutido para atingir esse objetivo e envie esse detalhamento na convocação. Caso o objetivo não consiga ser explícito, cancele, pois provavelmente será perda de tempo.
     Se não tiver jeito, faça com que a reunião aconteça seguindo o objetivo, tornando-se o condutor da reunião, responsável por focar, controlar a comunicação e definir os próximos passos com o grupo. Reunião solta é dinheiro voando!

6 – Crie formas de priorizar com base na estratégia – Como sua equipe prioriza as principais demandas do dia? Em geral, diante de tantas atividades, acaba-se priorizando aquela que alguém fica cobrando ou gritando e ,na verdade, não existe uma estratégia, o que acaba fazendo com que as urgências sejam as prioridades! Sua equipe precisa ter critérios de priorização, que em geral tem relação direta com a estratégia da empresa. Se for, por exemplo, rentabilidade e qualidade, deve-se priorizar os projetos ou clientes com base nesses critérios: atende-se as demandas que geram maior rentabilidade a equipe e qualidade ao cliente.

7 – Invista na qualidade de vida das pessoas – Se você quer pessoas produtivas, ajude-as a equilibrar sua vida pessoal e profissional. Invista em treinamento, ações, bônus, programas de incentivo. Quanto mais qualidade de vida, mais energia e por conseqüência, mais produtividade.

8 – Seja o Exemplo! – O que mais ouço das pessoas em treinamento é: meu líder precisava fazer esse curso! Meu líder tinha que mudar! Meu diretor é a urgência em pessoa e por aí vai. Se você quer pessoas produtivas, seja o exemplo! Comece por você, faça um curso, mude seus padrões, comece a se planejar e focar no importante!

     Liderar com produtividade não é impossível, é uma realidade para muitos lideres que aprenderam que focar seu tempo com as coisas certas dá resultado! E você, o que precisa para começar?.

Responder

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s