Disney’s Approach do Inspiring Creativitiy – #astd2011

Disney InstituteConforme prometi vou postar um resumo dos melhores conteúdos da ASTD 2011, que é a maior feira de conteúdo/serviços/produtos para RH no mundo. Antes de começar a ASTD eu aproveitei e fiz um curso na Disney. Fazia tempo que queria participar de algum curso no Disney Institute.

Eu já tive a oportunidade de ver os bastidores da Disney e achei muito oportuna a chance de ver “como a magia acontece” em algum curso formal deles. Escolhi o curso “Disney’s Approach to Inspiring Creativity”, minha expectativa era aprender algumas técnicas “Disney” para pensar fora da caixa, estimular a criatividade no meu time, ajudar a ter novas idéias para meus livros e ainda aprender como a Disney faz tudo aquilo acontecer.

O curso foi dentro do parque Epcot do lado do Fast Track, em uma sala extremamente bem equipada (som maravilhoso, bem climatizada, espaçosa e cheia de “Mickeys”), foram dois instrutores que realmente estavam imbuídos do espírito Disney. Eram aproximadamente 60 pessoas, divididos em grupos de 8 pessoas por mesa.

A primeira atividade solicitada foi desenhar um Mickey e mostrar ao grupo como ficou. Depois ele ensinou como fazer usando um método, o que obviamente ajudou a sair um Mickey de verdade. Tudo isso para dizer que a Disney tem um método para a Excelência:

image

Depois de boas risadas vendo o Mickey dos colegas, eles situaram que a criatividade era algo essencial no processo Disney de Excelência e que era um compromisso de todos na organização. Para atingir esse objetivo a Disney possui um “Modelo para Inspirar Criatividade” que contém 5 etapas:

1 – Identidade Organizacional – Quem você é e para onde vai o fluxo de idéias: Visão ; Missão ; Clientes e Essência.

Eu gostei da idéia de essência da Disney, ou seja, aquilo que os seus clientes “sentem” quando compram seu produto ou serviço. A idéia principal é que para pensar fora da caixa, primeiro você precisa saber qual é a sua caixa.

Sabendo quem você é, fica fácil saber o que você não é e o que deve ser cortado (100% a ver com o que falo em gestão de tempo). Por exemplo, no business de Disney Cruise (cruzeiros da Disney), eles tiraram os Cassinos dos navios, pois apesar de ser algo “vital em um cruzeiro”, não fazia parte da Essência Disney!

Essa foi à parte que mais gostei do curso, pena que tivemos apenas 35 minutos para ver esse conteúdo, acho que faltou um pouco mais de profundidade aqui, mas devido ao tempo, pois tinha conteúdo para isso.

Aqui valeram os US$ 700 que paguei pelo curso, tive uma idéia show de bola para o Neotriad, que acabou virando um novo produto… em breve divulgo para vocês.

2 – Cultura Colaborativa – Criatividade precisa de comunicação e integração entre as pessoas. Essa parte falou sobre propósito (a sua empresa tem um propósito?), valores compartilhados, comunicação, confiança e variedade de perspectivas.

Aqui eu acho que o tempo foi extremamente mal aproveitado, pois passamos praticamente 2 horas aprendemos técnicas simples e bobas de brainstorm.

Depois saímos para campo, fomos a uma atração do Epcot do filme Nemo, onde uma tartaruga interage com a platéia. Um exemplo de colaboração de equipes e também do mix de conteúdo, entretenimento e aprendizado.

3 – Sistemas Estruturais – O princípio é que processos, parâmetros de budget e políticas, ajudam a discernir quais são as idéias que devem ser escolhidas ou abortadas. A idéia básica para um processo de melhoria contínua, de acordo com a Disney:

image

Aqui novamente fizemos uma série de dinâmicas bobas, sem link com o conteúdo apresentado previamente.

4 – Papel do Líder – Seu papel como líder é ter responsabilidade por apoiar as áreas do processo criativo, comprometimento em fazer a coisa acontecer e inspirar seu time.

Eles comentaram sobre uma técnica Disney de StoryBoarding, mas ficou óbvio que não tinha mais tempo para nada e não conseguimos fazer nenhum exercício sobre. O instrutor apenas comentou como fazer.

Resumo da Experiência:

O curso é básico, cheia de dinâmicas sem sentido ou link com o conteúdo, a apostila é super simples e não tem nenhum recurso extra, não tem nada demais. Os vídeos utilizados são legais, mas nada que marcou para contar para vocês. Eu não tive nenhuma grande idéia para aplicar na empresa, com exceção da que já falei, de ter identificado um público meu que não era o alvo.

Em termos de qualidade, logística, material, um curso Triad dá de 10, realmente isso foi bacana de comparar, o quanto temos de qualidade superior à Disney.

Se eu recomendo você fazer esse curso? Sim, se nunca teve nenhuma idéia do que é um brainstorm, de resto, vale ler qualquer livro ou fazer um curso de alguém especializado no assunto. Todos os participantes que estavam na minha mesa, ficaram altamente desapontados com o que esperavam do curso. Vale muito mais você ir ao Museu da Família Disney em San Francisco para ser inspirado a ser criativo do que fazer esse curso!

Se eu vou fazer algum outro curso da Disney? Provavelmente sim, dizem que o curso deles de qualidade e atendimento ao cliente é muito bom (se teve alguma experiência, por favor, comente..) vou pagar para ver, afinal de contas Disney é Disney.

Para quem quiser fazer, é preciso estar com o inglês em dia, tem muito trabalho em grupo, exposição e atividades, quem fala um inglês intermediário vai se perder (alguns chineses ficaram totalmente perdidos nos exercícios).

ahhh esqueci de dizer: não podia tirar fotos, ganhei um bone do mickey, um lápis do Mickey e giz de cera.

4 Respostas

  1. nunca fiz um dos cursos oferecidos pela Disney, mas estou encantada por esse escola aqui:
    http://dschool.stanford.edu/

    fica na stanford, eles oferecem vários cursos com foco em criatividade, design e desenvolvimento de produto.
    quero ver se consigo fazer um curso lá nas minhas próximas férias =]

  2. Nossa muito bom esse curso, fiquei interessado, e parabéns pelo post.

  3. Hummm, fiquei desconfiada de que seu novo produto será voltado para o público infantil… Acertei? ;)
    Se não tiver acertado, você podia pensar nisso. Eu adoraria já começar a ensinar gestão do tempo para minha filha de 6 anos com algum produto da Triad!

  4. Criatividade?
    A Disney nada mais fez nessa vida do que copiar ideias dos outros.
    E depois disso, nada mais fez do que fazer lobby sobre os poderes americanos (Legislativo e Judiciário) para conseguir perpetuar obras que originalmente nunca foram dela.
    Basta uma pesquisa um pouco mais aprofundada para enxergar a verdade sobre essa empresa
    http://baixacultura.org/2010/03/10/a-armadilha-disney/

Responder

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s