Como influenciar a equipe a ter mais produtividade e menos urgências?

Eu gravei essa entrevista com o Rafael Souza, que é líder no grupo segurador BB & Mapfre, onde ele conta como influenciou seu time a reduzir o volume de urgências, entender o uso da Tríade do Tempo no dia-a-dia e ajudar a tarem mais consciência sobre sua qualidade de vida.

Não importa o tamanho da sua equipe e os problemas que eles estão enfrentando de produtividade, quando alguém levanta a bandeira da mudança, usa o método correto e busca o apoio do time nessa jornada, o resultado aparece.

Eu sempre digo que líderes produtivos criam equipes produtivas, e não apenas isso, destacam-se na carreira. O Rafael foi reconhecido até pelo presidente da empresa e seu projeto da Tríade, saiu em todos os veículos de comunicação do grupo.

Vale a pena investir alguns minutos nesse vídeo!

 

 

[Vídeo] 3 Estratégias para você automatizar sua equipe

Eu aproveitei uma viagem e gravei um vídeo com o Conrado Adolpho, o maior especialista em marketing digital do País, falando sobre algumas estratégias para você priorizar, automatizar, tomar decisões e criar uma equipe mais produtiva.

No vídeo eu comento um pouco sobre a estratégia de quarters que adotamos aqui com a equipe e também formas de colocar o marketing a favor da pequena e média empresa. Com pequenas mudanças no seu planejamento o resultado pode aumentar bastante. Eu falo também do nosso novo curso de produtividade pessoal online.

Se o vídeo não abrir segue link do Youtube: http://www.youtube.com/watch?v=8UeloxPYJ7s

O Conrado criou o método chamado 8P que ajuda empresas e agências a terem uma estratégia completa e automatizada de posicionamento digital, é legal porque economiza tempo para todo mundo. Vou aplicar na TriadPS e em breve divulgo os resultados.

Se o link não funcionar, veja aqui direto no Youtube.

A Atitude do Presidente na Produtividade da Empresa

SeleçõesOntem tive a oportunidade de entrevistar para o Agenda do CEO, o Luis Fichman, que é presidente da Readers Digest Brasil, empresa global que publica entre outras coisas a revista Seleções (a revista mais lida no mundo) e atua em outras dezenas de segmentos.

O Luis é um CEO diferenciado, ele tem um foco em ajudar a empresa de ponta a ponta a ter mais tempo para o que é realmente importante. Ele por si próprio, é um exemplo de resultados e equilíbrio. Toca a operação no Brasil, interage com seus pares de outros países, faz esporte e faz questão de estar com a esposa e as filhas.

Na entrevista, que sai no mês que vem (abril/12) na Revista Você S/A e no portal, ele tocou em dois pontos que quero antecipar aqui no blog:

1- “se eu vejo que uma área está sobrecarregada, sempre na hora extra, as pessoas sem tempo, é meu dever e da empresa ajudar esse time”

Quantos gestores se escondem atrás da máquina corporativa e não tem coragem de lidar com problemas específicos, ou pior, culpam o time pelo problema ou não tem coragem de trocar pessoas deficitárias. O Luís foi categórico em afirmar que se a área tem um problema, ele tem um problema e é seu dever ajudar o time a ter mais tempo para executar a estratégia da empresa.

2 – “se 90% do dia das pessoas é luizreadersimprevisível e apenas 10% previsível tem algo errado na empresa”

Quantas vezes você ouve aquela famosa frase “nosso dia-a-dia é muito imprevisível para ser planejado!” ? Claro que tem áreas que são mais imprevisíveis que outras, como por exemplo varejo, editorial (no caso da Readers Digest), mas na visão do Luis (e na minha também) é sempre possível ser mais previsível e ter uma boa parte do tempo planejado. Se tudo realmente é urgência na área, tem algo errado, no processo, na gestão, no líder, na equipe, no excesso de prioridades ou em sistemas. Não dá para tirar todas as urgências, mas um líder produtivo sabe que elas podem ser minimizadas, com as atitudes corretas.

Eu fiquei impressionadíssimo com a visão produtiva que o Luís dá para a empresa, a forma como se preocupa com a qualidade de vida das pessoas, do bem estar individual e da produtividade coletiva. Quando você ver a entrevista vai ter vontade de trabalhar com ele!

Fique ligado no meu Facebook e no meu twitter que assim que tivermos o vídeo editado vou avisar por esses canais! Vale muito a pena investir seu tempo para ver esse exemplo e compartilhar com seus líderes.

Enquanto o vídeo do Luis não for publicado, aproveite para assistir outros CEOS no Agenda do CEO. Se seu presidente é um case interessante para o programa, veja se ele quer falar comigo e manda uma mensagem com os contatos!

Man in The Arena: Entrevista inteligente sobre Produtividade

Há algum tempo eu venho falando sobre o Man In the Arena, que foi idealizado pelos meus amigos Miguel Cavalcanti e o Leo Kuba. O formato do programa é web, totalmente informal, descontraído e com assuntos relevantes sobre tecnologia, livros, internet, negócios, etc.

Vale a pena você adicionar esses dois caras na sua rede de contatos, além de serem bem sucedidos em seu ramo de atividades, são pessoas que estão sempre atualizados, lêem muito, são inteligentes e conhecem bastante sobre mundo digital.

Algumas semanas atrás, tive a honra de ser um dos entrevistados do programa. A entrevista foi muito bem direcionada e com perguntas bem inteligentes. Nada muito convencional ou que sempre me perguntam, deu para explorar alguns temas interessantes. Veja o vídeo e se tiver alguma pergunta que não respondi pode comentar que me agendo para responder!

Caso o vídeo não abra: http://vimeo.com/14151316

Making of-Capa Revista Você S/A Agosto

O tema da próxima edição da Você S/A será: “Mais Tempo e Mais Dinheiro”! Estou na capa com o Gustavo Cerbasi e estamos iniciando a divulgação de nosso novo livro.

Abaixo tem o making of que as meninas da Você S/A fizeram. Elas participaram do nosso último curso Triad Trianing aberto em São Paulo e agora estão começando a aplicar os conceitos. Tenho muito carinho pela Juliana e Renata, me acolheram muito bem e de forma muito profissional na revista.

Também no vídeo temos os dois selecionados para a consultoria comigo e com o Cerbasi, mas sobre esse assunto vou postar mais detalhes em breve. 

Entrevista para a HSM – Executivo usa Extremamente Mal Seu Tempo

hsm-logoSaiu hoje uma entrevista que dei para o Jorge Carvalho da HSM. O foco da matéria era falar sobre o uso do tempo pelo executivo, mas o papo foi tão descontraído que acabamos falando de uma série de outras coisas.

O texto conta um pouco da minha carreira, da história da Triad, dos livros que publiquei e do livro Estou em Reunião (nome oficial) que sai esse mês pela Editora Agir e também de alguns outros projetos.

Confira no link: http://br.hsmglobal.com/notas/52315-o-executivo-usa-extremamente-mal-o-seu-tempo

A administração do tempo do Gustavo Cerbasi

gustavo_90

Esse ano, vou lançar com o Gustavo Cerbasi (autor do best-seller Casais Inteligentes Enriquecem Juntos) um novo livro que promete bastante, o MAIS TEMPO MAIS DINHEIRO.

O conteúdo do livro está fantástico, acho que será um trabalho bem legal que conseguiu reunir os dois temas de forma bem integrada e ordenada.

Eu conheço o Cerbasi desde 2004, de lá para cá, fizemos muitos eventos em conjunto e dá para sentir o quanto ele mudou sua percepção de uso do tempo. Conversamos um pouco na segunda sobre isso. Ele contou que o conceito da Triad ajudou ele a se  priorizar.

O estilo dele é bastante peculiar, não se encaixa para todo mundo, mas é interessante de discutir aqui.

Primeiro que o Cerbasi alcançou um ponto de sucesso (tempo e dinheiro) tão grande que permite o foco no desenvolvimento de novos produtos, palestras e livros. Ele não tem que bater ponto em lugar nenhum. É teoricamente dono do seu próprio tempo. Mas mesmo com essa independência sua vida é atribulada de prioridades.

livros-gustavoEle contou que dedica uns 20 minutos diários para responder os e-mails realmente importantes e os outros delega ou reserva um tempo posterior.

Ele busca organizar seu tempo para ser muito focado nas coisas realmente importantes, ele prefere abolir o circunstancial e dar foco as coisas que interessam.

Por exemplo, ele dedica em média 3hs-4hs por dia para escrever o livro. O último livro dele, Investimentos Inteligentes, ele fez em 45 dias, e isso só pode ser alcançando com foco.

Há um tempo atrás dei a dica do Nintendo WII para ele, pelo que me disse está amando. Virou uma forma de libertar o dia, quando o estresse é grande ou precisa relaxar, WII como terapia!

Ele está bastante dedicado a família, mês que vem nasce o segundo filho e reservou o mês para focar nisso, sem palestras ou deslocamentos desnecessários.

E o dados mais interessante. Muita gente pensa que ele se tornou milionário porque dedica muitas horas por dia para cuidar de seus investimentos, ações, etc. Na verdade, é justamente o contrário, o Gustavo disse que gasta algo em torno de 3hs por mês para cuidar das finanças! O segredo desse tempo??? Ele vai contar no livro!

Ter Mais e Mais dinheiro é possível, é uma questão de método, como vamos detalhar no livro.

Por enquanto fica o exemplo do Gustavo, que não era milionário e nem tinha tempo para o Importante, mas aprendeu a conquistar as duas coisas.

Entrevista com o Sr. Eduardo Carvalho

Conheci o Eduardo através do meu amigo Miguel Cavalcanti, acabamos criando uma amizade que gerou alguns negócios em conjunto e indicações. O Eduardo é o tipo de cara networking e com um alto grau de sabedoria. É outra enciclopédia de livros e de web. O interessante é que na empresa dele, tudo é 100% Web, do Office ao CRM… Segue a entrevista:

1 – Quem é Eduardo Carvalho?
É o que estou tentando descobrir. ;) Estudei Administração de Empresas na GV. Antes da faculdade, sempre quis fazer administração. Mas, durante o curso, fiquei em dúvida. Comecei a fazer História na USP, pensei em ser jornalista, prestei várias vezes, para ir treinando, o concurso do Rio Branco, para ser diplomata. Também gostava muito de literatura, escrevi colunas para o jornal da faculdade e, durante o período da GV quase inteiro, mantive uma coluna no Digestivo Cultural, onde escrevi sobre vários assuntos – livros, filmes, viagens, São Paulo, etc. Fui gostar de administração – e a gostar muito – quando comecei a trabalhar e a ver as coisas acontecendo na prática. Hoje sou sócio de uma incorporadora, a Sabiá Residencial, e tenho um blog em que escrevo todo dia sobre os assuntos mais diferentes.

2 – Como nasceu a idéia da empresa?

Trabalhei quatro anos com meus sócios em outra incorporadora, que ajudamos a montar. Tive a sorte de começar a trabalhar com pessoas que admiro muito. Nessa outra empresa, aprendemos bastante sobre o mercado imobiliário. Ele é enorme, interessante, mas em geral as empresas ainda tem uma gestão pouco profissional e os produtos estão atrasados com relação a outras indústrias. Víamos aí uma oportunidade, principalmente no segmento mais econômico (que não era o que atuávamos). Acreditamos que dá pra fazer um produto barato, acessível, e ao mesmo tempo bonito, com boa arquitetura e construção. É um desafio enorme (escrevi aqui sobre algumas dicas fui acumulando nesse processo). Mas conseguimos fazer bastante coisa nesses dois anos. Também tem sido divertido – e montamos uma equipe excepcional, que é o mais importante.

3 – Como você gerencia seu tempo diariamente? Como é sua rotina semanal?

Minha principal estrutura é a do Getting Things Done e aquelas quatro listas: para fazer o mais rápido possível, aguardando, projetos e um dia/ talvez. Tenho uma dessas para pessoal e uma para profissional. Faço minha revisão semanal às sextas no final do dia. Uso o Basecamp pra trabalho em equipe e o Remember The Milk para tarefas, que sincronizo com o BlackBerry e o Google Calendar. 

4 – Quais são os maiores vilões da sua produtividade e como tenta lidar com eles?

Primeiro, email: é muito fácil mandar email e dá uma sensação de que o trabalho está acontecendo. Mas as coisas podem ser comunicadas sem precisão e demoram-se às vezes dois dias para matar um assunto que um telefonema de três minutos pode resolver. Me esforço para manter um inbox zero e tenho usado mais o telefone. Reuniões também são complicadas: demoram mais do que poderiam, fogem da pauta e deixam assuntos importantes em aberto. Para evitar isso, faço a pauta antes e envio para a equipe pelo Google Docs, para todo mundo saber mais precisamente o que precisamos resolver e para incluir lá o que quer discutir antes.

5 – Você é um case impressionante de gestão de conhecimento. Como você se faz para se manter atualizado?

Não sei se sou um case nisso, mas vamos lá: basicamente leio os jornais de manhã, revistas no final de semana e blogs quando tenho alguns minutos – à noite, no fim de samana ou no BlackBerry. Assino o Estadão e o Valor e gasto uns 15 minutos por dia com os dois. Revistas, assino a Exame, a Época Negócios, a Economist, a New Yorker a Geographical. Gosto muito também da Fast Company e da Portfolio. Leio vários livros ao mesmo tempo, antes de dormir e em finais de semana (uma vez, aliás, escrevi sobre como ler mais em finais de semana e feriados).

6 – Quais os 10 blogs que você costuma a ler e recomenda?

Há dois meses a lista seria um pouco diferente, mas hoje, em ordem alfabética, é esta:

  1. Ben Casnocha – http://ben.casnocha.com
  2. Brad Feld – http://www.feld.com
  3. Daniel Piza – http://blog.estadao.com.br/blog/piza
  4. Digestivo Cultural – http://www.digestivocultural.com/blog
  5. Marginal Revolution – http://www.marginalrevolution.com
  6. Michel Laub – http://michellaub.wordpress.com
  7. Pedro Doria – http://pedrodoria.com.br
  8. Scott Berkun – http://www.scottberkun.com/blog
  9. TED – http://blog.ted.com
  10. Todoprosa – http://colunistas.ig.com.br/sergiorodrigues

7 – Quais os 5 livros de negócio e produtividade que todo mundo deveria ler?

Não diria que “todo mundo deveria ler”, mas são os que mais me influenciaram:

  • The Art Of Project Management, do Scott Berkun. Incluiu todos os assuntos ligados a como colocar uma idéia em prática: do cronograma a como lidar com politicagem corporativa, passando por como escrever um bom email. É uma bíblia gerencial. E, aliás, muito bem escrito e com passagens divertidas. Agora o livro foi rebatizado como Getting Things Done, que é mais simpático e tem mais a ver com o seu espírito. 
  • The Future Of Management, do Gary Hamel. Hamel disseca empresas como a Gore, Whole Foods e o Google e mostra que algumas teorias de management não são estáticas e podem ficar ultrapassadas, como a estratégia de longo prazo, o foco num mercado, a compra em escala, etc. É um livro que inspira a procurar soluções gerenciais novas para um mundo que mudou.
  • Double Your Profits, do Bob Fifer. É um livro com 78 dicas rápidas para cortas custos, aumentar as vendas e outros assuntos gerenciais – equipe, remuneração, estratégia, etc. Bob Fifer é de um bom senso impressionante e o livro é escrito com uma falta de cerimônica incrível, raríssima nesse tipo de literatura. Para ler em poucas horas e reler sempre.
  • The Art Of The Start, do Guy Kawasaki. Guy é o guru do Vale do Silício. Seu livro é um antídoto àquelas aulas de empreendedorismo que não saem do business plan. Guy é muito engraçado e seu livro é cheio de dicas úteis, da composição do conselho ao desenvolvimento de produto. Sua principal insistência, porém, é esta: execute.
  • Getting Real, da 37 Signals. É um livro sobre como desenvolver um sistema web mas que serve para qualquer assunto. É cheio de passagens preciosas e às vezes um pouco polêmicas sobre gerenciamento de projetos, lançamento de produtos, relacionamento com clientes, etc. É sobre como fazer menos e fazer melhor.

8 – O que você faz para equilibrar seu tempo?

Faço esporte quase todo dia – natação, corrida, academia -, leio alguma coisa, vou ao cinema, saio com amigos, viajo, etc. Tenho uma rotina bem normal, mas já foi um pouco diferente. Não sei se mais puxada, mas eu lidava com ela de forma mais ansiosa. Esse equilibrio, no fim, é uma questão muito particular. Tem gente que aparentemente vive uma vida corrida, desequilibrada, mas não por isso está cansada ou quer mudar. Tem que vive uma vida tranquila, apática, e é ansiosa porque as coisas não acontecem – e tem gente que vive muito feliz nessa tranquilidade. É preciso buscar esse equilíbro, mas não acho que em só em “horas de trabalho” e “horas de lazer”. Acho que forma como lidamos com os problemas e como aproveitamos os bons momentos fazem toda a diferença. Tento sempre melhorar nisso.

9 – Você se considera uma pessoa que tem equilíbrio e resultados? Ou tem resultados mas não tem equilíbrio? Qual a sua composição?

Acho que consigo executar as minhas coisas sem me afogar no trabalho. Mas tenho melhorado na administração da minha rotina. É um exercício constante. Umas das coisas que eu mais sentia falta, até recentemente, era de tempo livre de verdade, sem nada na agenda. Mesmo meus finais de semana eram cheios de compromissos. Um livro que me ajudou nisso é Esperando o fim de semana, Witold Rybczynski, que me ensinou a aproveitar melhor esses dias. Tento trabalhar e me divertir, sem que uma opção exclua a outra – e de preferência fazendo essas duas coisas ao mesmo tempo. 

Entrevista com o Sr. Web Agronegócio

Conheci o Miguel Cavalcanti em 2004, quando ele leu o livro da Tríade do Tempo e me enviou um e-mail. Acabamos nos conhecendo e viramos amigos. O Miguel é um empreendedor do “agronegócio digital” e um cara viciado em conhecimento. Toda vez que almoçamos ele descarrega uma porrada de livros, novidades e conceitos.

Ele é daqueles caras que vai aonde está o conhecimento. Ano passdo ele foi para New York fazer um curso com o Seth Godin e depois postou o conhecimento no seu blog.

Enfim, tem muita coisa legal sobre o ele, veja as respostas que ele me enviou:

1 – Quem é Miguel Cavalcanti?

Sou empreendedor, atuando com informação no agronegócio. A AgriPoint, empresa que sou sócio, atua em quatro segmentos (carne, leite, café e ovinos/caprinos), desenvolvendo portais de conteúdo, cursos online, eventos. Temos também uma divisão de consultoria, que oferece palestras e desenvolver estudos de mercado. Meus passatempos são: corrida (em março vou correr minha primeira meia-maratona) e livros (sou aficionado por ler livros de negócios – e por comprá-los rs…). Desde janeiro 2005 sou casado com a Leticia e em janeiro de 2008 nasceu meu primeiro filho, Vicente. Enfim, sou empreendedor, corredor, leitor e pai.

 

2 – Como nasceu a idéia da empresa AgriPoint (se foi a primeira)?

A empresa foi fundada pelo meu sócio, Marcelo Pereira de Carvalho, em 2000. O objetivo, na época do boom da internet, era ser um provedor de informação para técnicos e produtores, focando em dois segmentos – carne (BeefPoint) e leite (MilkPoint).

 

3 – Como você gerencia seu tempo diariamente? Como é sua rotina semanal?

Procuro fazer um plano semanal e uma organização diária. Já li muitos livros sobre o assunto, meus favoritos são o seu (Tríade do Tempo) e o do David Allen (GTD). Minha rotina semanal é de viagens e muito tempo no computador e um pouco no telefone.

 

4 – Quais são os maiores vilões da sua produtividade e como tenta lidar com eles?

Meus maiores vilões são os emails e a dificuldade de me focar no mais importante.
Email – tenho tentando checar menos vezes ao dia, fazer em batelada.
Foco – sempre acho que posso fazer escolhas melhores, depois que o dia passou. Acho que tem um pouco de cobrança demais, mas tem espaço para melhorar também.

 

5 – Você é um case impressionante de gestão de conhecimento. Como você se faz para se manter atualizado?

O ponto principal é que eu gosto de me manter informado, de ler, de saber das coisas. Sou curioso. Gosto de ler e ver coisas que não tem muito a ver com meu dia-a-dia. Assim posso aprender e muitas vezes surgem idéias inicialmente malucas, que depois se mostram bem viáveis (como toda idéia boa, inovadora). Meu maior desafio é conseguir consumir informação de uma forma que ela não me “soterre”. A quantidade de opções e o volume aumentam muito. Hoje o grande desafio é conseguir escolher. Eu tenho ficado mais tranquilo. Por exemplo, me preocupo menos quando marco, de uma vez, todos os itens do Google Reader como “lidos”. Tem dias que essa é a única solução. Antes eu ficava angustiado por dedicar tanto tempo a leitura. Desde o final de 2008 estou mais tranquilo, mais resolvido em relação a isso. Entendi que isso me agrada, gosto de me atualizar. Tenho feito de outra forma desde então. Agora tenho tentado utilizar mais as informações que consomo. Seja publicando avaliações e comentários no meu blog, seja usando no dia-a-dia do meu negócio, seja usando como ferramenta de marketing.

 

6 – Quais os 10 blogs que você costuma a ler e recomenda?

1- Seth Godin – http://sethgodin.typepad.com/seths_blog/
2- Christian Barbosa – http://blog.maistempo.com.br/
3- Brad Feld – http://www.feld.com/wp/
4- Ben Casnocha – http://ben.casnocha.com/
5- Eduardo Carvalho – http://ecarvalho.typepad.com/eduardo_a_de_carvalho/
6- Luli Radfahrer – www.luli.com.br
7- John Spence – http://johnspence.com/blog/
8- Blue Bus – www.bluebus.com.br
9- Lumieres – http://deslumieres.blogspot.com/
10- Digestivo Cultural – http://www.digestivocultural.com/blog/

 

7 – Quais os 5 livros de negócio e produtividade que todo mundo deveria ler?

1- Tríade do Tempo
2- A arte de fazer acontecer
3- The Dip (melhor do mundo)
4- A arte do começo
5- Good to great (empresas feitas para vencer)
6- Double your profits
7- puxa tem muitos outros… rs..

 

8 – O que você faz para equilibrar seu tempo?

O que tenho feito e me ajudado muito é correr. Já participei de uma corrida de 10km (Nike Run) e duas São Silvestres (2007 e 2008, 15 km). Corrida é para cabeça. Fico mais tranquilo, reflito, penso, tenho idéias. Volto sempre melhor do que fui. Por tabela mantenho a forma. É uma terapia.
Também faço terapia, na linha Lacaniana, há pouco mais de um ano. Tem me ajudado muito. Já fiz até alguns cursos nessa área, para aprender mais sobre isso e me conhecer melhor. Fiz no IPLA.
Além de tudo isso, o contato face-a-face com amigos ajuda muito.

 

 

9 – Você se considera uma pessoa que tem equilíbrio e resultados? Ou tem resultados mas não tem equilíbrio? Qual a sua composição?

Acho que tenho mais resultado que equilíbrio. Acho que estou nos 70% resultados e 50% equilíbrio. Me sinto como uma malabarista com várias petecas no ar e a impressão é que as petecas estão indo cada vez mais rápido…