Anúncios

Eu cansei.

hear_machucadoHoje estou aqui para fazer uma confissão, ou melhor, talvez um desabafo para você, afinal estamos juntos há tanto tempo. 

Durante muitas vezes me senti usado, mal tratatado e mal interpretado. Você diz que eu tenho pressa e fico sempre correndo quando o assunto é você.

Você diz que me tem pouco, mas poucas vezes repara que estou sempre presente. Você diz que eu não te dou atenção, mas na verdade é você que não me dá a mínima.

Você reclama que quando precisa de mim não estou a sua disposição mas na verdade nunca deu valor quando eu estava à toa.

Hoje eu cansei. Passei para dizer que na verdade eu não sou o único errado dessa história.

Estou sempre aqui e sempre a disposição, mas você não me valoriza. Só lembra de mim quando fica doente ou está todo enrolado com as suas coisas de trabalho.

Sou muito democrático e simplesmente gosto de seguir as coisas que você determina. Então sou simplesmente um reflexo de suas próprias atitudes.

Eu não reclamo, mesmo quando você coloca coisas que não tem nada a ver, que fazem mal ou que não trazem nenhum tipo de resultado ao nosso relacionamento.

Estou aqui para você lembrar, que nós podemos ter um relacionamento melhor, mais estável, mais alegre e equilibrado. Afinal é simplesmente isso que eu quero. Você é a pessoa que escolhi para viver até o fim dos dias e isso nunca ninguém poderá mudar. 

hopeEstrou aqui para te perdoar e ser perdoado, pois ainda temos uma jornada juntos e podemos fazer sempre um novo começo, mesmo sem mudar o nosso passado.

Estou aqui para você entender que cansei de ser apenas seu tempo. Queria ser a sua vida. Mas essa é uma decisão que apenas você poderá tomar.

Eu me chamo tempo. Mas você pode me chamar de família, relógio, trabalho, descanso, lazer ou qualquer outra coisa. 

Vamos fazer as pazes?

Viva seu tempo com muita sabedoria!
Christian Barbosa
(em um dia inspirado)

Anúncios

Uma Reflexão sobre Tempo e Espaço by Iussef Zaiden

Por Kant

Lendo sobre a vida desse importante filosofo cham ado Kant, refleti e proponho a vocês uma reflexão muito importante sobre Tempo e Espaço, que nos leva a verificar nosso paradigma, já que estas duas coisas são na verdade coisas de nossos paradigmas, pois cada um de nós vê o mundo de forma diferente.

Na tese de Kant ele pergunta: Quais são as formas a priori da sensação? Em que consistem o espaço e o tempo?

A Tese:

O espaço e o tempo não são determinações objetivas da realidade às quais a nossa mente se adapta, mas, ao contrário, são esquemas mentais (formas a priori) que precedem, condicionam e estruturam a slavenossa percepção do mundo externo. Para entender o raciocínio de Kant basta perguntar-se em que dimensão de tempo viveríamos se a existência humana fosse muito mais curta ou muito mais longa do que é. Se, por hipótese, a vida durasse somente algumas horas, como acontece com certas espécies de animais minúsculos, também aquilo que chamamos de tempo teria um significado diferente: conseguiríamos alcançar sensivelmente as suas determinações que para nós continuam teóricas (por exemplo, a noção de milésimo de segundo). E se fossemos seres dotados de um corpo muito menor ou muito maior, o espaço também seria diferente: um micróbio não percebe a mesma dimensão espacial de um elefante. Logo, o mundo em que vivemos é, pelo menos em certa parte, também fruto do nosso modo, peculiarmente humano, de existir.

Tampouco o tempo é uma realidade subjetiva:

O tempo não é algo subsistente por si mesmo ou inerente as coisas como sua determinação subjetiva, de tal modo que permaneça mesmo se abstraindo todas as condições subjetivas da intuição….

O tempo é um esquema psíquico, uma forma a priori da mente:

O tempo não é mais do que a forma do sentido interno, a intuição de nós mesmos e do nosso estado interior… O tempo é a condição formal a priori de todos os fenômenos.

Bem, vejam que o assunto tempo desafia-nos a buscar várias interpretações, eu diria que é um princípio, pois não governamos o tempo, mas ele nos governa, ou seja, adaptamos nossa vida em função dele.

Boa semana a todos!

Texto por Iussef Zaiden Filho – Coach, Administrador de Empresas, Pai, instrutor credenciado Triad.

FRASE DO DIA

victoryTER PROBLEMAS NA VIDA É INEVITÁVEL.

SER DERROTADO POR ELES É OPCIONAL.

Uma reflexão sobre o tempo

hora_extraA vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta-feira…
Quando se vê, já terminou o ano…
Quando se vê, perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê, já passaram-se 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado.
Se me fosse dado, um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo caminho, a casca dourada e inútil das horas.
Desta forma, eu digo: Não deixe de fazer algo que gosta devido à falta de tempo, a única falta que terá, será desse tempo que infelizmente não voltará mais.

Mário Quintana

Filosofia de Camelo..

camelo

      Uma mãe e um bebê Camelo estavam por ali, à toa, quando
      de repente o bebê-Camelo perguntou:
      Bebê: Mãe, mãe, posso te perguntar umas coisas?
      Mãe: Claro! O que está incomodando o meu filhote?
      Bebê: Porquê os camelos têm corcova?
      Mãe: Bem, meu filhinho, nós somos animais do deserto,
      precisamos das corcovas para reservar água e por isso
      mesmo somos conhecidos por sobreviver sem água.
      Bebê: Certo, e por que nossas pernas são longas e nossas
      patas arredondadas?
      Mãe: Filho, certamente elas são assim para permitir
      caminhar no deserto. Sabe, com essas pernas eu posso me
      movimentar pelo deserto melhor do que qualquer um! disse
      toda orgulhosa.
      Bebê: Certo! Então, por que nossos cílios são tão longos?
      De vez em quando eles atrapalham minha
      visão.

      Mãe: Meu filho! Esses cílios longos e grossos são como
      uma capa protetora para os olhos. Eles ajudam na proteção
      dos seus olhos quando atingidos pela areia e pelo vento
      do deserto! Disse com orgulho nos olhos.
      Bebê: Tá… então a corcova é para armazenar água enquanto
      cruzamos o deserto, as pernas para caminhar através do
      deserto e os cílios são para proteger meus olhos do deserto.

      Então que diabos estamos fazendo aqui no Zoológico?????

      Moral da história:
       “Habilidade, conhecimento, capacidade e experiências são
      úteis se você estiver no lugar certo”
      (ONDE você está agora?????)

Stephen Covey: passado, presente ou futuro?

covey

Gosto muito do Stephen Covey, por sua abordagem com relação à vida, a liderança e temas de equilíbrio pessoal. Meu primeiro contato com a FranklinCovey foi em 98 quando iniciei, pela Blue Eagle, o desenvolvimento do site Brasil e logo depois me tornei instrutor do curso de administração de tempo. Tive a oportunidade de participar de eventos e conhecer o Stephen Covey pessoalmente e tenho grande admiração por seu trabalho.

Recentemente vi um post de uma entrevista no blog Zen Habits, com o Stephen Covey e traduzi livremente a entrevista neste post. Infelizmente o tom da entrevista, de outros posts que li e dos comentários posteriores posicionam o Covey como um guru do século passado que foi “ultrapassado” pelas modernas tecnologias e novas teorias como o Segredo e o GTD do David Allen.

Em minha opinião pessoal, os princípios dos 7 Hábitos e sua visão sobre liderança e equilíbrio de vida são universais e atemporais. Obviamente o mundo evoluiu muito desde que os 7 Hábitos foram lançados e sua visão sobre administração de tempo acabou ficando defasada com relação ao que existe de novo, mas Covey é muito mais do que isso. Eu diria que temos de aproveitar os 7 Hábitos como uma base para liderança pessoal e profissional e aprender com novas metodologias como a Tríade do Tempo, GTD, ZTD e outras.

Segue a tradução da entrevista para suas próprias conclusões:

Zen Habits: Para muitas pessoas seus livros são cheios de idéias de mudanças de vida, que eles ficam estupefatos. Eles querem começar, mas não sabem como. Qual seria o melhor primeiro passo para fazer uma mudança positiva?

Covey: Ouça sua consciência para alguma coisa que você simplesmente sabe que deve fazer, então comece pequeno, faça uma promessa e a mantenha. Então vá adiante e faça uma promessa um pouco maior e a mantenha. Eventualmente você irá descobrir que o senso de cumprir será maior do que seus velhos hábitos, e que dará para você um nível de confiança e excitação que pode fazer você ir para outras áreas aonde você sente a necessidade de fazer melhorias ou dar apoio.

Zen Habits: Para nos dar alguns insights na sua vida, o que é uma rotina típica matinal em um dia de trabalho, que incorpora alguns dos seus princípios em sua vida no dia-a-dia?

Covey: Eu faço um esforço toda manhã para conseguir o que eu chamo de “vitória privada”. Eu me exercito em uma bicicleta ergométrica, enquanto estudo as escrituras por pelo menos 30 minutos. Então eu nado vigorosamente na piscina de casa por 15 minutos, depois eu faço Yoga em uma parte rasa da piscina por 15 minutos. Então eu vou para minha biblioteca e rezo, escutando primeiramente minha consciência enquanto eu visualizo o resto do meu dia, incluindo atividades profissionais importantes e relacionamentos chave com as pessoas queridas, colegas de trabalho e clientes. Eu vejo a mim mesmo vivendo por princípios corretos e cumprindo valiosos propósitos. Uma das minhas frases favoritas é: “As maiores batalhas da vida são disputadas a cada dia nas câmaras silenciosas da nossa própria alma.” (David McKay). Muito dessa escuta e trabalho de visualização é muito desafiante, então eu venço a vitória privativa quando eu faço minha mente ascender e executar, para viver a vida por princípios corretos e para servir propósitos valiosos.

Zen Habits: Você tem algum pensamento que poderia compartilhar sobre filtrar o barulho na vida (especialmente ruídos de tecnologia) para focar nas coisas que são realmente importantes. Como nós podemos garantir ver os e-mails urgentes, mas sem viver conectado na nossa Caixa de Entrada?

Covey: Eu sou um afortunado de ter um time muito prestativo que permite que eu gaste tempo fazendo coisas que são realmente importantes, mas não necessariamente urgentes (olha ai a Tríade em ação! Ahahah – observação pessoal). Isto requer o desenvolvimento de uma declaração de missão pessoal que nos de um amplo contexto e também a determinação do que é realmente Importante, mas não Urgente. Pessoas que não têm equipe, precisam também fazer essas decisões para que eles possam dizer não para aquilo que é urgente, mas não é importante (ou seja, simplesmente urgente). Aprender a usar a tecnologia é uma forma de filtrar aquilo que você realmente sabe que é importante para sua vida pessoal e profissional. Lembre, tecnologia é um grande servo, mas um terrível mestre.

ZH: Qual é a configuração do seu trabalho? Que ferramentas você utiliza? Que tipo de computador e softwares são indispensáveis para você? Como você faz as coisas para otimizar sua efetividade?

Covey: Eu trabalho com uma equipe complementar, que significa edificar seus pontos fortes e organizar para fazer suas fraquezas irrelevantes. A tecnologia moderna é uma das minhas fraquezas, mas meus colaboradores fazem esta fraqueza irrelevante porque eles são excelentes com ela. Eu também acho a maioria das reuniões perdas de tempo, porque elas são tão mal preparadas e existem poucas oportunidades para verdadeira sinergia na produção de soluções melhores do que qualquer um imaginaria. Então eu trabalho pesado para apenas participar de reuniões que tenham uma importância estratégica e cancelo todos os tipos de reuniões aparentemente urgentes. Eu mantenho meu telefone não listado e encaminho para meus colaboradores todos os voice mails, e-mails e faxes.

ZH: Além dos seus livros, que outra leitura você recomendaria como indispensável, incluindo livros, revistas, websites ou blogs? Você lê blogs?

Covey: Eu não leio blogs, mas eventualmente as pessoas me dizem sobre o que eles contêm, e eu pego perguntas que vem de blogs, como essa entrevista. Meu time e eu também fazemos posts e vamos ampliar isso no futuro. Eu acredito que o hábito de ler bons livros, periódicos eruditos e revistas de várias matérias são vitais para uma perspective mais ampla e para o constante senso da natureza interdependente da vida. Eu provavelmente gasto 2 horas por dia lendo. Eu também envio muitos livros para propósito de endossos, o que me habilita permanecer relevante no meu próprio campo, e eu tenho pessoas que me ajudam a decidir qual desses eu devo ler e endossar.

ZH: Você leu Getting Things Done (David Allen) e O Segredo? Qual é sua opinião sobre esses dois fenômenos separadamente?

Covey: Eu li esses livros, gostei deles e acredito que eles contêm elementos de sabedoria e sugestões práticas. Mas para mim e meu mundo eles são muito simplistas e superficiais

Você está Feliz?

Recebi um e-mail muito legal sobre felicidade do Kabbalah Centre, que tem muito a ver com PNL também e com a forma que podemos trazer felicidade para nossa vida:

Felicidade não é algo que simplesmente aparece ou desaparece.  É algo que você precisa criar.

Na verdade a felicidade pode ser uma das emoções mais reativas, porque temos uma tendência a passar nossas vidas esperando que coisas aconteçam para nos deixar feliz: Ficarei feliz quando for promovido, quando tiver um namorado, quando perder peso.  Este é um sistema de crenças totalmente falho. 

Esperar que qualquer força externa desperte sua alegria e felicidade é precisamente o que nos deixa sem alegria e felicidade.  A felicidade é uma escolha que fazemos e precisamos continuar fazendo repetidamente. 

Mas o que fazer quando as condições da sua vida não são exatamente felizes?  Os cabalistas recomendam fingir até conseguir.  Em outras palavras, se você não consegue encontrar internamente a força, desperte-a vindo de fora. 

Vamos recordar que são nossos cinco sentidos que nos impedem de ver a Luz em todas as situações ou, em outras palavras, de ser feliz 100% do tempo.  Estudos demonstraram que se alguém lhe descreve uma cena e você a imagina, quer ou não você a veja com seus olhos, as mesmas áreas do seu cérebro são estimuladas.  O cérebro não se importa se está ou não acontecendo na realidade.

Semelhantemente, quando você sorri, não importa se alguma coisa está lhe fazendo sorrir ou se você simplesmente está sorrindo sem motivo – o resultado é o mesmo.  Quando os músculos do seu rosto se contraem, endorfinas são lançadas em sua corrente sanguínea, lhe propiciando uma sensação boa.  Independente do fato de seu sorriso ter sido causado por você ter visto alguém que ama ou por estar segurando uma caneta na boca como um osso (experimente você mesmo), o corpo percebe que você está sorrindo e faz a parte dele.

Lembre-se, a prática leva à perfeição.  Quanto mais você se coloca no clima, mais rápido estará no clima.  Esta semana consiste de tomar a decisão de não permitir que os problemas interfiram com sua felicidade.  Afinal, este é o mês da felicidade e da alegria. “