Anúncios

[VÍDEO] Como fazer o plano de ano novo funcionar e perdurar?

Gravei um vídeo com um roteiro completo para você criar planos de ano novo com maior eficácia e conseguir manter esses planos ao longo do ano.

Aproveite esse momento em que todo mundo começa a pensar no que será 2014 e com papel e caneta do lado, utilize o vídeo como um guia para estruturar essas ações. Esse planejamento anual é a espinha dorsal de uma vida mais produtiva e de um ano com mais realizações.

Assista aqui o vídeo: www.christianbarbosa.com.br/anonovo

Se gostar, compartilhe com os colegas e familiares que precisam ter mais vida, tempo e realizações em 2014.

Nos vemos de novo no próximo ano!

Até lá.

Anúncios

2014: Vai faltar tempo e dinheiro?–Palestra Online

Ano que vem com certeza será um ano atípico como raramente tivemos nesse País. Teoricamente teremos no ano 253 dias úteis. Porém com eventos como a Copa e Eleições pode ter certeza que dias úteis de fato serão menos.

Provavelmente para resolver problemas de mobilidade urbana, teremos “feriados” durante os jogos para evitar trânsito. As empresas vão evitar ao máximo, eventos, reuniões ou treinamentos durante esses períodos mais críticos.

Se já falta tempo para as pessoas com um ano com todos os dias úteis, imagina como será o próximo ano. Nunca se fez tão necessário saber escolher o que realmente precisa ser feito e aquilo que simplesmente não dá e precisa sair da lista.

Todas as empresas, executivos e colaboradores precisam pensar em 2014 com esse espírito de seleção e prioridade. Pois será a única forma de fazer o ano render sem tantos percalços. Pare e discuta o que realmente será importante, quando chegar a um consenso corte um pouco dessa lista. É melhor ser pessimista nesse caso e concluir do que ser otimista e morrer de urgências.

Fora isso ainda tem um cenário na economia que não parece tão favorável. Com juros, inflação e cambio em alta. Tempo e dinheiro serão fatores determinantes no próximo ano. Tenho ouvido muita gente falar sobre seus planos financeiros para 2014, só espero que não vire uma promessa de ano novo.

No dia 10/12 às 19h, o meu amigo e sócio, Gustavo Cerbasi, autor de dezenas de livros sobre finanças entre eles Casais Inteligentes Enriquecem Juntos, fará uma palestra online gratuita no eprodutivo. Se quiser participar e ouvir algumas dicas para usar bem seu dinheiro em 2014, basta se registrar nesse link: http://bit.ly/18OQ9VJ

E que venha 2014!

Férias tornam sua vida mais produtiva

Uma série de estudos científicos tem falado da importância de descansarmos para melhorarmos nosso rendimento. Estamos chegando perto do fim do ano e esse é um período que muitas pessoas têm alguns dias de folga por causa das emendas de Natal e Ano Novo. E não reclame de serem apenas alguns dias.

As férias não precisam ser de um mês ou quinze dias para serem benéficas. Um estudo da Universidade de Tampere, na Finlândia, demostrou os benefícios entre dez ou cinco dias de férias. Os trabalhadores pesquisados reportaram que se sentiram mais energizados, felizes e menos tensos. Em ambos os períodos de férias (curtos ou longos) o resultado foi o mesmo.

Quando você está naquele dia de calor insuportável, um banho refrescante durante a tarde não é revigorante? Férias curtinhas têm o mesmo poder!

Férias revitalizam o corpo e a mente distanciando as pessoas do estresse diário, porém, se não for possível desfrutar de férias mais longas, as curtinhas já dão uma boa ajuda. Claro que quanto mais tempo você tiver para descansar, melhor. Isso nem se fala, mas pequenos momentos podem ser muito positivos. Algumas pessoas dizem que têm dificuldades em se “desligar” nesses poucos dias, mas é uma questão de realmente se acostumar e criar pequenas estratégias.

Comece a tirar férias mais regulares e mais curtas
Muitas empresas permitem acordos de férias em pequenos períodos, se esse é o caso da sua empresa, aproveite! Saindo na sexta-feira, pegando uma semana, você tem nove dias ao todo de descanso. É bastante coisa.

Sábados & Domingos podem ser úteis também
Em geral, aproveitamos o fim de semana para fazer um monte de coisas em casa e estudar aquilo que não fazemos durante a semana. Eu costumo fazer isso também, mas adotei a política de não ligar o micro nos sábados e aos domingos faço isso somente no período da noite para planejar a semana. Isso ajuda a desligar.

Considere um pequeno descanso ao longo dos dias
A famosa “cochilada” depois do almoço é considerada, por uma série de pesquisadores, benéfica para aumentar produtividade diária das pessoas. Particularmente, não gosto de tirar essa soneca, mas pequenas coisas podem ter benefícios semelhantes. Por exemplo, eu gosto de ver uma série de TV logo depois do almoço (você pode ver isso no celular, tablet ou internet), ajuda bastante a relaxar a mente. Além disso, você pode se desligar durante uma leitura, ouvindo música ou dormindo no carro – meu pai tem o hábito de cochilar 15 minutos no carro na volta do almoço.

Aproveite o tempo livre que terá no fim do ano para relaxar, descansar e desconectar. É a melhor forma de manter sua produtividade e reduzir o estresse em 2014! Crie alternativas e ideias para isso. Lembre-se que quem quer faz, quem não quer arruma uma desculpa.

Até a próxima!

Por um 2013 diferente

    Como estamos no começo do ano, seria muito útil repensar como foi 2012 e criar um 2013 melhor. Eu acredito que nunca devemos nos contentar em ficar na mesma, algo deve mudar. E se algo deve mudar a reflexão deve começar com você mesmo, a partir das suas atitudes e escolhas.

My-New-Year-Strategic-Plan-20101

 

    Para começar a pensar em um 2013 diferente, sugiro que reserve pelo menos uns 20 minutos para esse exercício. Pegue uma folha de papel, coloque na horizontal e escreva no topo 2012. Faça um T na folha e em cada espaço escreva:

– O que fiz e devo continuar fazendo

– O que fiz e não deveria mais fazer

– O que deixei de fazer e devo persistir em 2013

    Faça uma lista de coisas para cada um desses espaços no T e, em seguida, releia os itens. Particularmente, sugiro que depois de escrever todos os itens, retome o exercício no dia seguinte, revisando tudo que escreveu.

    Essa releitura dará um panorama geral de como foi seu ano anterior, das coisas importantes, das circunstâncias, das metas que podem ajudar 2013. Essa folha deveria ser anexada na sua agenda do próximo ano para que você tenha contato com as coisas que quer e as que precisam ser deixadas de lado.

    Em outra folha ou no verso da mesma folha, pense nas coisas que gostaria de realizar em 2013. Coisas realmente viáveis e que possam começar e terminar no próximo ano (para facilitar o processo de planejamento). Depois de listar, faça um X nas metas que proporcionam simultaneamente à sua vida mais equilíbrio (bem estar, saúde, relacionamentos, etc) e resultados (finanças, carreira, bens, etc). Das que tiverem o X marcado, selecione apenas 2 e descreva pelo menos 10 ações práticas que te ajudarão a executar esse objetivo.

    Quando planejo meu ano, eu gosto de escrever uma carta, fechar e deixar para abrir no meio do ano. Não tenho nenhuma pesquisa sobre isso, mas eu adoro ler aquilo que planejei e ver o que andou. Você pode tirar uma cópia dessas folhas e colocar na carta, pois a original deve ficar sempre com você.

    Experimente fazer e compartilhe os resultados.

    Só não vale deixar a vida correr frouxa, ou repetir 2012, pois isso se torna um hábito e quando você reparar está com 80 anos e reclamando das coisas que deixou de fazer. O tempo passa rápido para quem não controla as coisas que faz na vida!

    Um excelente 2013!

Pare para pensar em 2012

     O ano está acabando e agora começa o período em que as promessas que não foram cumpridas são renovadas para o ano que vem. Esse ano resolvi estudar essa questão e comecei uma pesquisa, perguntando sobre planejamento e o que as pessoas esperam de 2012 (caso ainda não tenha colaborado com a pesquisa clique aqui).
     O resultado da pesquisa será divulgado no começo de 2012 em nossos portais, mas o que posso adiantar para vocês é que o Brasileiro está otimista em relação a 2012. Apesar da crise internacional que vem se consolidando na Europa e no mundo, no Brasil, para a maioria das pessoas foi um ano bom e tudo indica que 2012 dará continuidade a este cenário (talvez um pouco mais turbulento).

     Enquanto houver otimismo e confiança por parte das pessoas, a coisa andará bem. E para não perder seu entusiasmo de ano novo, e quem sabe dessa vez colocar em prática seus planos, separe uma hora para planejá-lo, como sugestão veja o roteiro que explico no livro A Tríade do Tempo:

1 – Descubra o que é importante – Que papéis você precisa desenvolver no próximo ano? Que atividade vai desenvolver para ter mais equilíbrio? O que você precisa parar de fazer? O que eu faço hoje me ajuda a realizar as minhas maiores aspirações?
     Essas e outras perguntas ajudam você a mapear o que faz sentido e o que não faz na sua vida. Essa clareza ajuda a ter foco, a usar bem o tempo para sair do lugar. Escreva as suas idéias de importante, reflita sobre elas e decida em que irá focar no próximo ano.
2 – Metas, poucas, mas não deixe de ter – Não adianta fazer dez promessas de ano novo e não realizar nenhuma. É melhor ter uma ou duas que aconteçam do que nada que faça você sair do lugar. Há algum tempo fiz um roteiro sobre planejamento de metas que pode te ajudar, clique aqui para acessar.
3 – Antecipe datas – Aproveite que o ano não começou e planeje eventos importantes com antecedência como: férias, check up médico, renovação de documentos, viagens, cursos, etc. Em cima da hora fica mais difícil de realizar.
4 – Organização pessoal – Comece com a escolha de uma agenda, seja ela de papel ou um software, mas sem um local para registrar os itens anteriores não tem como. Depois, passe para a organização dos seus ambientes físico e digital, evite o acúmulo de informações desnecessárias e crie uma estratégia para se organizar, como explicado nesse e-book.
   Alguns dizem que 2012 será o fim do mundo, mas eu acho que não. Na dúvida, não deixe de planejar, e nada de fazer dívidas irreais para 2013, pois é bem provável que o mundo não vá acabar.

Como será seu 2012?

image

Falta pouco mais de 2 meses para o final de 2011 e daqui a pouco começa tudo de novo: uma série de promessas e desejos para o próximo ano e nada de acontecer aquilo que você planejou.

Muitas pessoas criam expectativas no futuro mas não conseguem fazer acontecer no agora, isso porque elas colocam seu foco de atuação no período errado de tempo. Não é o futuro que faz a vida acontecer (não adianta só ficar sonhando) e muito menos o presente (também não adianta só ficar correndo atrás da bola).

O tempo que faz as coisas andarem de verdade é o PRESENTE+FUTURO, sem separação. É o hoje bem feito, ajudando a construir aquilo que você sonha para o amanhã. Acredito muito nesse conjunto para fazer a vida andar. E nada melhor que esse período para começar a pensar nisso. Selecionei algumas perguntas para você começar a pensar sobre o ano que praticamente já acabou e o próximo que virá.

Experimente responder essas perguntas por escrito e coloque em uma carta para você mesmo abrir no final desse ano, na hora que começar a vontade de planejar o próximo. Em outros posts mais próximos do fim do ano, vou dando as dicas de planejamento (e execução) para 2012! Por hora, pense nessas perguntas:image

1 – O que você precisa fazer mas não conseguiu realizar em 2011?

2 – O que você precisa parar de fazer em 2012?

3 – Quais são os 3 principais objetivos que você gostaria de realizar no próximo ano?

4 – Quais áreas da sua vida precisam ter mais foco e/ou mudanças no próximo ano?

5 – Se você pudesse escolher apenas 1 coisa para realizar em 2012, o que seria?

Para planejar é preciso refletir, espero que as perguntas ajudem a iniciar esse processo. Prometa para você mesmo que 2012 não será uma correria, não passará em branco!

E para ajudar na sua reflexão, que tal doar 2 minutos do seu tempo para responder a essa pesquisa sobre o próximo ano? www.triadps.com/2012

Até!

Revisão da Vida para 2011

    Estamos no mês da esperança, onde os sonhos se renovam, as agendas são compradas e as promessas são ditas. Todo final de ano tem o mesmo ritual, o que é muito legal e necessário, mas para a maioria das pessoas, tudo não passa das primeiras semanas do novo ano.
     Sem consistência e método, este momento de fim de ano acaba sendo desperdiçado por grande parte das pessoas e resta apenas seguir um padrão muito parecido com o que vem sendo feito nos últimos anos. Se você não romper esse ciclo, 2011 será mais um ano de muita ação e pouca evolução.
     O primeiro passo para sair do lugar em 2011 é definir no que realmente você vai querer focar e o que vai deixar de fazer no próximo ano. Definir o importante implica em parar e fazer uma profunda reflexão sobre as coisas que realmente trazem retorno para sua vida, que trazem felicidade, resultados e equilíbrio. Se isso não estiver claro, você com certeza vai se perder em coisas circunstanciais, sem a menor relevância.
     Parece simples, mas na hora de escrever não é tão fácil assim. Reserve um tempo para esse exercício, escreva e descreva tudo que vier à sua mente e depois faça uma seleção do que realmente será importante para o próximo ano. Depois dos itens importantes selecionados, crie indicadores que permitam saber se você está indo na direção certa. Algo que o permita fazer uma análise em alguns meses e ter a certeza de que está indo na direção correta.
     Sabendo o que é importante, fica mais fácil saber o que não é importante. Se você tentar fazer tudo, acaba não fazendo nada. Escolha ser mais seletivo no ano que vem, aprenda a dizer não com fundamento, tenha coragem de interromper coisas que não trazem mais resultados e de mudar situações que só trazem estresse. A vida passa rápido demais se você não assumir o controle da situação.

     Depois, é o momento de pensar nas suas metas para próximo ano, algo que faça você realmente sair do lugar, evoluir na carreira, na vida, nas finanças, nos relacionamentos, na espiritualidade, etc. Não importa o que seja, mas precisa ser extremamente apaixonante, em pequenas quantidades e muito realista.
     Eu costumo recomendar a especificação de duas, três metas no máximo para o próximo ano. É melhor do que ter uma lista interminável que nunca será realizada. Seja seletivo e coerente. Feita a escolha, é preciso elaborar um excelente plano de ação, afinal, são esses passos que vão realizar a meta. Esse será o fator determinante se sua meta sairá ou não do lugar. Atividades de grande duração, que você não consegue visualizar a execução, simplesmente não são feitas. Anexe seu plano de ação na sua agenda de papel ou software e agende uma tarefa de revisão mensal até o final do ano sobre esse plano, pois assim você terá um contato constante com o objetivo e ele não ficará esquecido.

     Na revisão de fim de ano, inclua também a revisão da sua carreira, já que ela é a principal responsável pelo uso do seu tempo e da sua geração de resultados. Qual foi a evolução da sua carreira neste ano? Que oportunidades foram aproveitas ou desperdiçadas? O que você aprendeu? Está valendo a pena o que você faz atualmente? Como foi seu reconhecimento? É o momento de manter, acelerar ou mudar? Estas são algumas perguntas que você precisa se fazer para ver o que deverá alterar ou manter no próximo ano. O mercado está bem aquecido para você ficar na zona de conforto, então aproveite ao máximo o que esse nosso momento de economia e crescimento pode oferecer para sua vida. Ficar ou sair da empresa é uma decisão que precisa levar em conta os objetivos da sua carreira. Ambas as opções são viáveis, desde que ajudem você a progredir.
     Por último, e não menos importante, envolva sua família neste processo. Planejar em família é um grande fator de realização. Envolva seu cônjuge, seus filhos, seus pais, etc. Sonhar juntos e agir juntos funciona melhor do que de forma isolada. Lembre-se de que, por mais sucesso que você possa ter individualmente, nada compensará um fracasso familiar.
     O momento nunca esteve melhor para você fazer 2011 com mais resultados, diferente dos outros anos e na direção do que você realmente deseja. Isso vai depender apenas de você, da sua atitude e da sua capacidade de planejamento.

Feliz Ano Novo!