Anúncios

5 estratégias para tornar sua manhã mais produtiva

manha produtiva

1 – Pense em seus objetivos durante o banho

Ao invés de cantar no chuveiro, visualize como seria se seus objetivos já estivessem realizados, como se fossem parte da sua vida presente, o que as pessoas falariam, o que você faz com as suas conquistas. Reflita nas suas ações como se tudo já tivesse acontecido. Agradeça pela realização. Seja grato a quem lhe ajudou. Pensar nos resultados futuros é um motivador diário e faz com que você conecte-se com as coisas importantes e prioritárias do dia.

 2 – Tome um excelente café da manhã

Esqueça aquele cafezinho com açúcar cheio de pressa que você toma enquanto procura a carteira para ir trabalhar. Reserve 10 minutos para sentar-se à mesa e tomar um café da manhã decente. Com pães, frutas, cereais, etc. Se ao acordar você não tem tempo de preparar a refeição, organize tudo no dia anterior. Se você não consegue 10 minutos para tomar um café de jeito algum, então esquece, você é um caso perdido! Lembra que quem quer faz, quem não quer arruma uma desculpa.

3- Ouça músicas ‘tesão’ no caminho para o trabalho

Seja no celular, no pendrive, no CD ou em qualquer outro meio, você precisa preparar um conjunto de pelo menos 7 músicas que te empolgam. Que te deixam pilhado, com vontade de sair abraçando o mundo. Pode ser no estilo “Simple the Best”, Sertanejo, MPB, ROCK, seja lá o que você gostar. O objetivo aqui é conectar-se com pílulas de empolgação musical.  Não vale rádio. Tem de ser uma playlist pessoal e especial.

4 – Revise as Prioridades

Chegou no trabalho, revise o e-mail (revise, não fique trabalhando nele!), revise as prioridades não cumpridas no dia anterior e ajuste a sua lista de prioridades. Pense nas atividades que precisam ser realmente atingidas no dia e planeje-as para que sejam executadas no melhor momento do seu dia.

5 – Beba água quente com limão

Isso é novo, mas tem muita gente comentado sobre os benefícios de beber água morna com gotas de limão. Além de ter vitamina C, regular o Ph do corpo, proteger o sistema imunológico,a combinação estimula seu raciocínio. O potássio do limão ajuda a nutrir seu cérebro. Eu tenho experimentado em alguns momentos, claro que o efeito não é igual ao espinafre para o Popeye, mas li tantos estudos sobre isso hoje que nem que seja por efeito placebo já dá uma ajuda.

Anúncios

Atitudes que não deixam sua vida evoluir

dummie

1 – Não ter objetivos definidos

Se você não sabe o que quer, o tempo vai passar e nada vai acontecer, mas com certeza vai estar sempre com a sensação de que fez um monte de coisas. Escolha um ou dois objetivos extremamente realistas e pé no chão, para os próximos meses, escreva-os e detalhe um plano de ação. Ter algo mesmo que não seja “o plano perfeito” é melhor do que não ter nada.

2 – Achar que o momento certo ainda vai aparecer

O momento certo é um mito, ele não existe. As condições perfeitas nunca vão acontecer na hora que você precisa. Faça o momento certo ser o momento em que você decidir começar a sair do lugar, quem espera nunca alcança, ou nesse caso fica no mesmo lugar. É a lei da inércia.

3 – Não planejar seu tempo

Se você deixa a vida fluir como um rio, vai acabar como um peixe, na mesa de alguém ou nadando aleatoriamente. É preciso dar um norte para a semana, para o mês, para o dia. Se você não planejada nada, as coisas simplesmente se tornam urgentes e você fica sem tempo de fazer a vida evoluir.

4 – Não ter uma agenda eficiente

Se você anota as coisas que precisa fazer na cabeça, no post it, no caderno em qualquer lugar que tiver mais próximo, você é um forte candidato a se perder entre suas tarefas, não conseguir planejar de forma adequada e quando perceber não tem tempo para nada. Agenda eficiente é aquele que centraliza tudo que você precisa fazer, te permite planejar e está sempre presente com você.

5 – Usar o fim de semana para procrastinar a vida

Nada contra pegar um fim de semana de preguiça e não fazer nada, mas se você faz isso com a maior parte dos seus fins de semana tem algo errado. É no fim de semana que temos a oportunidade de recuperar a energia, de colocar a leitura em dia, de fazer algum curso, de ter tempo com os amigos, de estudar algo novo, de elaborar melhor suas ideias.

6 – Achar que alguém é responsável pela sua carreira

Não é a empresa, não é seu chefe, não são seus pais, seus amigos ou seus professores que fazem sua carreira. Você é que tem que constantemente usar seu tempo para investir em cursos, networking, eventos, estágios, etc.

7 – Não correr riscos

Se você faz o que costuma fazer sempre, vai ter o resultado de sempre. Os medíocres são aqueles que ficam na media. Os visionários, nada mais são do que pessoas que correram o risco e deram certo. Visionários erram, mas é errando que torna os riscos mais calculáveis. Alguma coisa você precisa arriscar, pense bem, analise com cautela, veja os prós e os contras e vá em frente.

8 – Reclamar

As coisas não dão sempre certo, a vida vai ter um monte de burradas, de erros, de traições, de mágoas, de perdas, etc. Viver é assim mesmo, se não curte isso, “pede pra sair” rsrsrs. Aprenda com os erros, faça uma análise e comece de novo. Perder seu tempo reclamando só vai piorar a situação. Enquanto você reclama, com certeza alguém já está começando a fazer a história de sucesso do amanhã.

9 – Excesso de Redes Sociais

Eu gosto do facebook, twitter, linkedin. Na medida certa eles fazem a diferença na vida pessoal e profissional. Agora se você está viciado nas redes e deixa de fazer coisas importantes, com certeza vai ser bem difícil de evoluir.

A Meta e a Jornada.

Eu já falei sobre a importância de se ter metas na vida em diversos posts, é realmente algo que considero essencial para a pessoa dar um próximo passo na sua vida. Se você não sabe o que quer conquistar, fica sujeito as circunstancias do momento e isso realmente é que frustra.

Semana passada, durante uma reunião com um empreendedor de bastante sucesso, no qual estamos implementando um projeto de gestão produtiva com o Neotriad, eu perguntei o que ele diria que foi a chave para ele ter tido tanto sucesso na sua vida. Ele diz que sem dúvida nenhuma foi a sua obstinação para alcançar o resultado.

Ele é um cara que trabalha muito, não tem tempo pessoal, pouco tempo familiar, muito dinheiro, mas que não tenho certeza se valeu tanto a pena assim (ele não soube responder quando perguntei!!!!). Eu prometi que ia escrever esse post para ele e que pode servir também para outros que querem embarcar nesse caminho, da obstinação pela meta.

Felicidade e sentido de recompensa não são alcançados quando a meta é obtida simplesmente. A jornada que leva até a meta precisa ser recompensadora também.

É sutil esse princípio, mas vital. O objetivo final é fundamental, mas o dia-a-dia, bem vivido, compartilhado, com tempo equilibrado é que faz a meta valer a pena de verdade.

Não adianta se matar para alcançar alguma cosia e quando chegar lá estar tão quebrado que não consegue nem aproveitar. Não adianta ter tanto dinheiro se ele só servir para pagar tratamento médico. Não adianta ter muitos bens se não tem uma família para usufruir.

É a jornada para alcançar a meta que precisa ser muito bem pensada, planejada e equilibrada. Lá na frente, talvez não haja mais tempo de voltar atrás e refazer aquilo que foi quebrado.

Para quem está no meio da jornada, vale se perguntar:

– O que faz você realmente feliz? Como esses momentos estão inseridos no caminho até minha meta? O que posso fazer para ter mais prazer no caminho?

Esse clip da música The Climb, interpretado pela Miley Cirus, resume tudo isso! “Não é o que me espera do outro lado da montanha, é a escalada!”, vale investir 3 minutos para refletir: (caso não abra clique aqui)

Você tem infinitas chances de mudar o seu futuro e nenhuma oportunidade de alterar seu passado. É o hoje vivido com sabedoria e alinhado com o futuro que fará a diferença lá na frente! Pense nisso.

Como empreender enquanto está empregado?

O Brasil finalmente acordou para o empreendedorismo! A onda de startups, fundos de capital de risco, gente falando sobre o assunto, finalmente decolou. Desde que comecei a falar de empreendedorismo, em 2001, pelo Empretec, nunca vi um momento tão propício como agora para empreender.

Nesse post, vou focar nos profissionais que querem empreender, mas ainda não tem condições de largar seu emprego atual, ou até por opção, preferem manter a segurança do emprego formal e dar os primeiros passos bem devagar no caminho do empreendedorismo.

1 – Você está realmente preparado?

Empreender não é simples, não é sorte, não é carisma. É dedicação, transpiração, persistência e paixão. Empreender não é para todos, é apenas mais um caminho. A grande maioria (chutando uns 85%) dos empreendedores, nunca chegará a ganhar o que um CEO de uma grande empresa ganharia e com um risco menor. É ilusão achar que todo empreendedor fica rico, viaja três vezes por ano para o exterior, tem tempo para tudo que ele quer. A realidade na prática, é bem diferente.

Se você realmente quer ser “empreendedor funcionário” prepare-se para uma jornada de trabalho de 12 horas no mínimo (8h de funcionário e no mínimo 4 horas de empreendedor). Mais do que nunca você vai precisar de gestão de tempo e produtividade, ou estará no caminho do infarto!

2 – Limite seus papéis por um tempo

Por mais que você queria ser voluntário, fazer um curso sobre vinho, viajar pela Europa, dependendo do tempo ao papel de empreendedor, realizar essas outras atividades será impossível, ou no mínimo, frustrante e cansativo.

Não quero dizer que você não deva ter tempo para você e coisas que te relaxem, muito pelo contrário, elas são essenciais para manter sua energia e disposição. Estou querendo dizer que não dá para fabricar um dia de 30 horas! Vai ter de ser seletivo, limitar, pelo menos no início com esses “pequenos prazeres”.

O importante é colocar um prazo para esse limite (6 meses ~ 1 ano), ou poderá correr o risco de viver tão afogada no próprio negócio que deixa de lado sua vida. Empreender é apenas um caminho, para realizar seus sonhos e ter uma vida com mais qualidade, se isso não está acontecendo, é o momento de rever esse papel.

3 – Automatize ao Máximo a Empresa

O tipo de negócio que vai empreender vai ajudar ou prejudicar em muito sua estratégia. Quanto mais seu negócio puder estar no “piloto automático”, melhor. E isso deve ser feito desde o primeiro dia, não precisa esperar a empresa crescer e ter mais funcionários para criar bons padrões de funcionamento.

Vamos supor que você vai vender objetos de decoração na Internet, da compra no fornecedor até a entrega no cliente, quanto mais o sistema puder te ajudar melhor. Nesse caso específico, existem diversos sites com sistemas de e-commerce que fazem isso com extrema facilidade.

Esse tipo de negócio é bem diferente de, por exemplo, vender doces finos para casamento com a receita secreta da sua tataravó. Nesse caso você vai precisar colocar sua barriga no fogão e perder longas horas na produção. Não é impossível, mas é tudo mais complexo nesse caso.

Pense em negócios que possam ser automatizados, que você possa gerenciar a distância com mais facilidade e que exijam um nível menor de envolvimento no dia-a-dia.

4 – Reforce seu Planejamento Pessoal

Quanto mais você planejar a sua vida em todos os contextos, melhor! Isso significa que você tenha um planejamento que permita sua performance na empresa ser excepcional, não pode deixar a peteca cair no seu trabalho! Ter uma jornada produtiva ajuda você a sair com mais disposição para enfrentar sua vida empreendedora.

Mais do que nunca vou recomendar que você planeje sua semana, conforme detalho na metodologia Triad e faça o planejamento mensal, que ajuda a ter uma visão maior do todo e permite prever situações de urgências com maior antecedência.

Vale também a dica de centralizar tudo o que você precisa executar em uma ferramenta online! Claro que o Neotriad é uma excelente opção, mas tem o meu concorrente BaseCamp que também manda muito bem!

5 – Compartilhe a Jornada

Envolva sua família no processo, elabore planos em conjunto, distribua as responsabilidades, faça a esposa ou o marido participarem do negócio. Se a família estiver por perto, tudo vai ficar mais fácil, além de que esse tempo partilhado pode ser muito gratificante.

Outra opção é ter um sócio, mas selecione muito bem, não é porque é seu amigo, que será um bom sócio! No que ele vai ajudar? Como vão dividir os lucros? Como será o investimento? Quanto cada um trabalha? Se der errado, como será a saída? Essas perguntas precisam estar respondidas antes de começar, depois se der errado, é briga na certa!

Acho que esse assunto rende mais posts! Então se tiverem sugestões para dar andamento serão muito bem vindas!

Fim de ano com resultados: Ainda dá Tempo!!!

     Estamos em Julho, mês de férias para as crianças e para muitas pessoas qu e aproveitam para viajar neste período. Estamos no meio do ano, a Copa já terminou, a campanha eleitoral já começou e já se passaram seis meses da sua vida desde dezembro de 2009, quando você fez suas promessas de ano novo.
Você acha que o ano voou de tão rápido que passou ou que ele está andando na velocidade certa? Para a maioria das pessoas, o ano que já está no meio nem começou direito. Vivemos tão apressados que, na realidade, nem vivemos, sobrevivemos e só corremos atrás da tal bola.

     Espero que este artigo chegue img_news13072010para você neste momento, no meio da sua corrida, para você dar uma pausa e pensar em tudo que ainda pode ser feito para este ano. Faça do meio do ano o seu ano novo, um novo recomeço, um marco de planejamento para começar a andar mais nos próximos meses.

     Eu recomendo às pessoas que realizem ao longo do ano dois planejamentos anuais, que servem para dar um norte a tudo que a pessoa vai fazer nesse período. O primeiro momento é obviamente o final do ano, afinal, todo mundo está nesse clima de virada e novos planos. E agora, é o momento que recomendo a realização de um segundo planejamento do ano. Portanto, ainda dá tempo de alinhar os rumos e rever seus objetivos.
Reserve de vinte a trinte minutos para esse exercício. Pegue uma folha de papel em branco para rabiscar suas idéias e depois transfira estes dados para sua agenda ou sistema de planejamento (www.neotriad.com).

Que áreas da sua vida você precisa dedicar mais ou menos tempo? Faça uma lista dos papéis da sua vida (pai, mãe, profissional, etc) e crie duas colunas: “FAZER” e “PARAR”. Na primeira coluna escreva atividades que precisa fazer por cada um destes papéis, coisas bem específicas e não contemplativas (ao invés de “Ler Mais”, coloque “Ler o livro X”). Na segunda coluna coloque as coisas que você faz, mas que não geram nenhum resultado e você sabe que deveria parar de fazer.;

•Pense na Meta – Repare que coloquei no singular, o que significa que é para ser limitado nessa quantidade de metas. Se tiver uma, ótimo, se tiver quatro, talvez não seja viável. Pense no número adequado para você. O mais importante nesse momento é o plano de ação, ou seja, as tarefas que vão fazer com que você saia do lugar. Esse é um bom momento para rever as promessas e checar o que andou e o que não andou. É simples, se não andou, é porque o plano de ação está mal feito ou a meta é inviável.;

•Mente Antecipada – Pense em datas especiais para o próximo semestre, como por exemplo, entregas de projetos importantes, idas ao médico para exames de checkup, etc. Procure antecipar ou agendar atividades que devam ser feitas até o final do ano, assim você prioriza o importante, evita deixar para a última hora e fica com a certeza de que está no controle do seu tempo.

Ainda dá tempo de fazer toda a diferença no seu ano, basta você querer e começar agora. Quem quer faz, quem não quer arruma uma desculpa, lembre-se disso! Ainda faltam 168 dias para 2011, quando você vai começar a fazer algo para ter mais tempo?

Até o próximo!

Crie Tempo para seus Relacionamentos

O Ricardo enviou um e-mail aqui pro blog dizendo que leu o livro Você Dona do Seu Tempo que ele deu para a esposa dele de presente e deu a sugestão de colocar essa parte do livro aqui no blog, que disse que aplicou com algumas pessoas. Segue a parte do texto:amizade

A correria do dia-a-dia acaba deixando de lado amigos, parentes, colegas de trabalho, etc, mas você sabe o quanto isso faz falta. Como é possível diante de todas as demandas diárias ainda dedicar tempo para esses relacionamentos? Jeito sempre existe quando queremos algo de verdade! Mas quando colocamos essas coisas na agenda acabamos adiando (se não for seu caso, ótimo!), por isso é importante aproveitar certas oportunidades para ter esse tempo.

Além das atividades tradicionais que você pode agendar, separei algumas estratégias simples para o dia-a-dia e algumas sugestões e idéias que algumas mulheres comentaram durante as entrevistas:

  • Faça um hobby em conjunto – Se você descobriu um hobby que tal convidar seu relacionamento para experimentar esse hobby também? Quando fazemos algo prazeroso, nem percebemos o tempo passar e os elos de amizade e companheiros são reforçados! Se você ainda não tem um hobby que tal experimentar diversas opções até achar uma que você goste? Sozinha às vezes é chato dar o primeiro passo, mas acompanhada fica mais fácil. Não precisa ser todos os dias, comece nos finais de semana e com pouco tempo de duração, mas faça isso de forma constante e consistente.
  • Nunca Almoce Sozinha! – Já escreveram até livro com esse tema, aonde o autor propõe que seu almoço é um momento ideal para cultivar seu networking pessoal e profissional. Fazendo um plágio dessa idéia, aproveite seus almoços e convide as pessoas importantes para conversar. Ao planejar sua semana veja as oportuniddes para almoçar com relacionamentos importantes e faça um convite com antecedência, se você fizer isso pelo menos 1 vez por semana já poderá fazer uma grande diferença para você.
  • Faça Esporte – Academia é aquela atividade que sabemos que é importante, que precisamos fazer, até começamos mas raramente mantemos por muito tempo não é verdade? Mas quando você tem companhia para ir, para te levar (ou arrastar) fica mais prazeroso e uma acaba motivando a outra, além de reforçar seu relacionamento!
  • Aproveite o transito – Se você mora em uma grande cidade como São Paulo, pode planejar sua semana aproveitando melhor o transito. Por exemplo, vai para um bairro distante de sua rotina, mas próximo de algum amigo? Por que não dar uma passadinha? É dia de rodízio e precisa ficar até mais tarde no escritório? Que tal marcar um barzinho nesse dia? Está parada no transito? Por que não dar uma ligadinha para dar um oi?
  • Festas avulsas – Você só faz festa para comemorar aniversários? Que tal uma festa para comemorar a vida? Não precisa de uma data especial para reunir as pessoas importantes! Toda hora é hora para viver seus relacionamentos. Agenda uma festa e chame as pessoas especiais, motivo: Tempo para quem merece tempo!
  • A Internet eliminou a Geografia – A distância não é mais desculpa para ficar longe das pessoas que você gosta. Hoje existe Skype, MSN, E-mail, Chat, Orkut, Fotologs, etc que ajudam você a ficar mais perto de quem você gosta! Compre uma câmera, um microfone, instale o MSN, o Skype, escreva um blog, às vezes não podemos ficar presencialmente próximos mas podemos ficar virtualmente conectados! Mas cuidado com esse tipo de atividade em horário de expediente, os comunicadores instantâneos são grandes ladrões de tempo, a sugestão é para fora os momentos que você está “navegando” na Internet.
  • Mande um Cartão – Existem ocasiões que precisamos pedir desculpas, perdão, dizer obrigado, até mais, dizer que amamos, enfim, palavras são muito poderosas! Experimente enviar um cartão para as pessoas importantes de sua vida, diga o porquê e como elas fazem a sua vida relevante! Se quiser, a Internet tem bons sites de cartões virtuais que podem ajudá-la!

Fonte: Você Dona do Seu Tempo

Internet não mata sua vida social

Muita gente acredita que a Internet gera isolamento, que as pessoas acabam ficando mais em casa e por ai vai. Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos, prova que isso não é uma verdade, que a Internet não matou a vida social das pessoas.

Eu não posso reclamar, desde os 7 anos que fico grudado na tela do computador. Isso me fez ter uma pele digna de ator do filme Crepúsculo, exercitei minha lógica e encontrei a mulher da minha vida (sim, eu casei via Internet praticamente). Mas aprendi a equilibrar, não pode se casar com seu micro, você precisa de gente e arejar também!nerdbirthday

A pesquisa realizada nos Estados Unidos pela consultoria Pew Research Center mostra que o isolamento social dos adultos americanos quase nada mudou desde 1985.

O levantameno aponta que 6% dos entrevistados declararam não ter ninguém, ou nenhum grupo, "com quem possam discutir assuntos que consideram importantes", índice três vezes maior que o registrado em 1985.

Entre os usuários de web, no entanto, 61% disseram conversar com seus vizinhos ao menos uma vez por mês. Além disso, 45% declararam ser mais propícios a visitar um café ou restaurante do que os que não usam os novos recursos da internet.

O estudo revela, ainda, que os usuários de redes sociais frequentam bibliotecas 52% mais vezes do que as pessoas "off-line" e visitam parques públicos 42% mais vezes.

A consultoria conclui que o crescimento do número de americanos que não possui uma vida social ativa não tem relação direta com o surgimento de smartphones ou redes sociais. Ao contrário, a Pew acredita que a evolução da web tem sido responsável pelo aumento da participação dos americanos nas vidas uns dos outros.

fonte: TI Inside