Anúncios

Como aumentar minha performance nos estudos?

No começo desse ano tive a oportunidade de palestrar para muitas escolas e universidades, falando sobre produtividade para estudantes. A carência nesse campo de “performance para estudos” é gigantesca, tem pouca informação e muita demanda. Recebi algumas mensagens pedindo dicas sobre esse assunto e gravei um vídeo para o meu canal do Youtube sobre isso.

Estudar, assim como trabalhar precisa de método. Com as ferramentas certas e a metodologia de estudo correta, você consegue mais resultados com menos esforços. Simples assim. Não precisa se matar de estudar se você estudar da forma adequada. A mesma coisa com seu trabalho, se você aplica técnicas de produtividade pessoal, você faz muito mais com menos esforço.

beethoven-1294417586-hero-wide-0

Pequenas mudanças em horários, na alimentação pré e durante o estudo e na forma de planejar as matérias para estudar, faz uma diferença gigantesca. Uma das coisas que defendo muito é a utilização de música para estudar. Meus pais, quando eu era criança sempre deixavam Mozart, Beethoven e mantras indianos tocando baixinho na casa. No começo eu não gostava, depois acostumei e com o tempo em uma única lida na matéria eu já tinha boa parte do assunto na cabeça sem precisar reler diversas vezes. Sem querer eles acertaram em cheio no que fez a diferença na minha vida acadêmica.

Diversos estudos comprovaram que música barroca por exemplo, aumenta muito a retenção de informações. Algumas startups como a Focusatwill.com, aproveitando esses estudos lançaram serviços de música com esse objetivo. A Amazon em seu serviço PrimeMusic, também criou seleções de músicas para estudo, criatividade, foco, etc. Essa onda veio para ficar sem dúvida.

Essa e outras dicas estão aqui no vídeo. Aproveite para compartilhar com seus filhos em idade escolar ou seus colegas que reclama que não tem disposição para ir para a faculdade ou pós graduação.

Anúncios

O papel do professor na gestão de tempo das crianças

Ninguém nasce produtivo, as pessoas se tornam produtivas ao longo das suas vidas. Agora é claro, que essa afirmativa poderia ser diferente, e sem dúvida pais e professores tem um papel fundamental nessa questão. É possível, de forma lúdica, ajudar as crianças a terem um futuro mais produtivo, desde cedo.

Eu tenho dois filhos, um de 5 anos e outro de 11 anos, ambos usam agenda, mas da pior forma possível. Nenhum professor os estimulou a usar do jeito produtivo. O que tenho feito e recomendo aos professores/pais é o seguinte:

1 – Tudo que a criança tiver para fazer de lição de casa, faça ele anotar na agenda (e não no caderno específico de cada lição – pois aqui é que nasce o hábito de distribuir coisas para fazer em tudo que é lugar)

2 – Estimule a criança a chegar em casa e mostrar a agenda com tudo que deve ser feito para os Pais.

3 – Ensine que cada lição ou atividade que for feita, ela deve ser riscada da agenda

4 – No dia seguinte, a professora olha a agenda de todas as crianças e as que tiverem tudo riscado, ganham um “carimbo especial da professora” (claro que isso se adapta conforme a idade). No meu caso, com o mais velho faço isso na semana (assim ele cria a responsabilidade) e com o mais novo diariamente.

5 – Isso vale também com estudo para provas ou trabalhos, você deveria estimular que a criança faça sempre com antecedência e nunca em cima da hora (talvez até bonificar de alguma forma).

É nosso papel de pais ajudar nossos filhos, mas nunca use isso como cobrança ou de forma chata, tem de ser lúdico, leve e que gere um retorno para a criança!

O assunto é legal e pretendo volta nele em post futuros…