Anúncios

O que uma menina de 13 anos tem a ensinar sobre tempo para Pais e Mães?

Estive na cidade de Dourados-MS este mês para uma palestra e conheci a Vitória, uma menina de 13 anos que é simplesmente uma leitora como poucas pessoas que conheço. Só que em um País como o nosso que conhecimento acaba criando uma “casta”, ela sofreu até bullying por ler tanto.

criancaslendo

Provavelmente ela já leu mais livros em 13 anos que a maioria dos Brasileiros, que infelizmente só leem espontaneamente apenas um livro por ano.

Agora o que faz isso acontecer? Com certeza as razões são diversas e além da minha competência de tentar explicar. Mas uma eu posso falar: o tempo dos pais para os filhos.

Se os pais não estimulam a criança com histórias para dormir, se a criança não vê os pais lendo, se não tem livros em casa, você não cria o modelo mental da leitura. Pais sem tempo de ser pais não tem tempo de criar a leitura na casa.

Quer filhos que leiam e que tomem suas próprias decisões? Comece a arrumar tempo para ler e para despertar em seus filhos a paixão pela leitura. Tempo é a base da leitura.

Eu pedi para a Vitória, me escrever uma redação sobre como ela usou o tempo dela de ler. Abaixo segue o texto na íntegra, sem revisões, corte ou comentários. Esse texto fala por si só. Que tal tirar um tempo para ler?

Como ocupei meu tempo para gostar de ler

Meu nome é Vitória e eu amo ler. Tenho treze anos e comecei a gostar de historias aos dois, quando minha tia Heloisa e meu tio Noé me presentearam com uma coleção de contos clássicos, livrinhos que meus pais e tios liam toda noite para mim. Sem duvidas aquele foi o melhor presente que já ganhei! A partir daí ganhava de presente livros de todos meus familiares. Cada dia (noite, para ser mais exata) me encantava mais com aquele mundo de fadas e bruxas, príncipes e princesas, e todas aquelas fantasias. Então cheguei à idade de ir à escola. Estava mais que ansiosa para aprender a ler sozinha e ter como devorar livros sem ter que ficar incomodando meus pais com "tonta um historinha pra mim?" "tonta mais uma historinha pra mim?" E enfim chegou o dia de começar a juntar as letrinhas. Nessa idade já tinha minha pequena coleção de livrinhos, era ver aquelas coleções que já fazia carinha de cachorro que caiu da mudança para meus pais. Então com sete anos já lia melhor e li minha primeira coleção de verdade, Harry Potter. O menino que sobreviveu me encantou desde o primeiro livro.

Com nove anos veio a mudança de escola, com essa idade eu realmente devorava os livros, já havia terminado a saga do testa rachada lia Percy Jackson e quantos outros ganhasse, onde ia levava um livro. Mas a nova sala não foi receptiva. Por gostar tanto de livros me achavam estranha, e por assistir jornal e estar sempre querendo usar palavras novas, me chamavam de doida. Não tinha amigos. Meus pais me ajudavam, mas prefira não contar muito, pois já tinham problemas demais. Então comecei a me agarrar cada vez mais aos livros. Qualquer momento livre eu lia. Neles ninguém poderia me magoar, eu viajava e me sentia imensamente feliz. Mas não deixei de sofrer com as ofensas. Até que três meninas muito especiais entraram na minha vida. Gabriele, Vitoria e Maria Eduarda se tornaram minhas amigas. As melhores que poderia pedir. Continuei louca por livros. E enquanto mais lia mais aprendia, eles me ajudaram a parar de me entristecer pelos comentários, que passei a ignorar. Já no sétimo ano não me via mais estudando naquela sala. Lembrei-me de uma lição aprendida em minhas historias preferidas, para mudar o mundo mude você mesmo.

Então mudei, mudei de turma, de postura, de rotina. Essa foi minha melhor escolha. Conheci novas pessoas, fiz amigos que me ajudaram a melhorar como Keli e Laura, achei pessoas que também gostavam de ler, mas nunca me esqueci dos velhos amigos. Leio os novos como se fosse sempre o meu primeiro livro, abro novamente os antigos. Pois o maior favor que se pode fazer a um livro é lê-lo. E o faço a qualquer hora ou lugar. Hoje o Importante da minha vida são meus livros.

Vitória Jacques Barrera de Almeida

Anúncios

Crie tempo para aprender

O mercado está cheio de vagas, o problema é preencher as vagas com gente boa. O que acaba acontecendo é o conformismo. As empresas contratam pessoas para “tapar buracos” com um baixo de nível de competência e alto nível de petulância. Estamos repletos de “King of Black Cocada” (reis da cocada preta) que se acham mais que tudo e não são capazes de redigir um e-mail corretamente, pensar ao invés de seguir alguém, de ter uma ideia ao invés de copiar, de ter um pensamento crítico bem formulado sobre algo. De gerar resultados de fato ao invés de só enrolar.

pavao-azul-cauda-verde

Com certeza você conhece alguém assim na mesa do lado, no cliente, no fornecedor, talvez esse alguém seja você mesmo. E o mais interessante desse quadro é que muitas pessoas não fazem isso por mal, é por medo mesmo, de perder o emprego, de arriscar, de ousar, de não saber o que fazer.

Infelizmente não é apenas no vídeo game, no bar, na badala, na TV que vamos melhorar. Lazer é fundamental e precisa estar presente, mas é preciso também investir seriamente seu tempo na carreira, no estudo, no desenvolvimento, no futuro.

Comece fazendo uma matemática simples: quantos livros você lê por mês? Quantos cursos faz por ano? Quantas palestras assiste? Quantas revistas você assina e lê? Quantos blogs lê de verdade? Se a conta deu menos que três é preciso se preocupar.

Arrume tempo para ler, para investir em você! Não ache uma desculpa, ache formas de fazer isso:

  • Compre pelo menos um livro HOJE para ler nos próximos 60 dias, coloque esse livro no banheiro, no carro, do lado cama, no escritório, na bolsa e aproveite cada minuto que sobrar para ler
  • Assista mais cursos ou palestras online, vários deles tem a opção de baixar o áudio, grave no pen drive e coloque no seu carro, no seu celular ou em qualquer lugar que possa ouvir enquanto não pode fazer mais nada.
  • Escolha um curso para fazer nos próximos seis meses, seja online ou presencial, mas procure algo que possa ajudar você a pensar fora da caixa ou melhorar sua carreira atual
  • Escolha um blog para ler e selecione três artigos para ler nos próximos 10 dias, se for o caso mande para o seu celular esse texto para ler no trânsito
  • Procure almoçar, happy hour ou mesmo tomar um café com pessoas do seu networking que ajudem você a aprimorar suas competências ou a ter insights

Se concordar com essa ideia do post, compartilhe com seus colegas, vamos ajudar o mundo a ter mais gente legal, inteligente, que ajude nossas empresas e País a prosperarem com sabedoria e qualidade.

Amazon Kindle 2 : Primeiras Impressões

Quando estava nos EUA, foi lançado o Kindle 2 da Amazon, que é basicamente um leitor digital de livros.

Eu sempre odiei ler livros, textos e até mesmo sites em um DSC01506 computador. Além de cansar a vista eu rapidamente fico sem saco e acabo parando a leitura. Sempre preferi imprimir ao ler textos longos no computador.

Quando a Amazon lançou o Kindle 1, eu achei a idéia fantástica, mas achei o produto (design) esquisito e não sabia se ia me adaptar. Meu amigo Miguel Cavalcanti, que também é outro aficionado por leitura, comprou o Kindle 1 e disse que gostou bastante da experiência, o que me deixou curioso.

Durante o mês que fiquei por lá, vi na TV uma entrevista do Jeff Bezos sobre o Kindle 2. Entrei na hora na Amazon e resolvi comprar oDSC01504 brinquedinho. Dois dias depois ele chegou e achei que era melhor comprar uma capa para evitar danificar o produto. Acabei experimentando duas, mas optei pela capa padrão da Amazon para o Kindle 2.

Hoje já estou há quase um mês com o Kindle 2 e posso dar minhas primeiras impressões:

1 – É uma experiência de leitura muito agradável, superior a um livro de papel. Totalmente diferente da leitura na tela de um computador. Estou viciado.

2 – O design é lindo, o peso e tamanho do Kindle 2 é muito prático, dá para levar no bolso de uma jaqueta (como fiz diversas vezes) e não incomoda na hora de ler. Com a capa ele fica um pouco mais pesado, mas a proteção vale a pena.

3 – Nos EUA o wireless funciona maravilhosamente bem, se deixar o DSC01507produto na espera, quando você levantar o Jornal do dia está baixado e os feeds dos blogs também. Qualquer livro é “descarregado” no aparelho em segundos. Co nsegui acessar o Neotriad do Kindle que funcionou perfeitamente.

4 – Como ele vem com um dicionário (inglês-inglês), qualquer termo que você não saiba, basta navegar com o pequeno mouse do lado direito e ver a explicação.

5 – É possível também marcar o texto (algo que adoro fazer em livros tradicionais) e digitar suas próprias anotações. Tudo isso fica gravado em um arquivo texto e pode ser copiado para o computador através de um cabo USB.

6 – O Kindle 2 vem com um recurso de “Text to Speech”, que lê para você o texto, com uma voz feminina ou masculina (melhor opção em qualidade). A leitura é boa, não perfeita, mas bem aceitável. Não é robótica, é bem natural. Ela peca nas pausas, mas dá para ouvir um livro no carro com excelente compreensão.

7 – É possível ter qualquer arquivo em formato Word, PDF no seu Kindle, mas para isso você precisa enviar um e-mail para a Amazon, que converte o arquivo para você e devolve para você baixar. Nos EUA, o arquivo é automaticamente baixado no seu Kindle, mas tem uma pequena taxa (de alguns centavos). Funciona bem o recurso, demora uns 5 minutos para o e-mail chegar com os arquivos convertidos, e o resultado é bem aceitável.

8 – A bateria dura muito tempo, eu carreguei apenas 1 vez e já li quatro livros sem precisar recarregar, praticamente um mês de uso.

9 – Minha produtividade de leitura aumentou! Como o Kindle está sempre comigo e fico bem focado quando estou usando, parece que minha performance melhorou… ou pode ser só efeito placebo.. só o tempo dirá.

O que não está legal:

O cara que fez o software do Kindle 2 estava com a idéia da simplicidade na cabeça, mas de tão simples pecou em coisas básicas. Espero que com um pequeno upgrade eles resolvam os problemas.

1 – Falta uma forma de organizar os livros por Pastas, todos os títulos ficam largados na tela e é necessário virar as páginas para achar o que você procura.

2 – Ele deveria ter um símbolo de concluído (como em tarefas) quando o livro estiver lido. É simples, mas estimula a conclusão dos livros.

3 – Essa é ridícula: cadê a página do livro??? Ele mostra apenas o % do livro que foi lido e um número de localização que é muito esquisito mas não informa, algo do tipo: Página 10/553

4 – Achar suas anotações e bookmarks não é uma tarefa muito amigável. Poderia ser melhor organizado.

5 – Ele permite tocar músicas, mas não tem um player por mais simples que seja para controlar as faixas, é preciso usar a combinação de ALT+F para pular a música (ele não deixa voltar, apenas pular).

6 – Ele só aceita audiobooks no formato AA (Audible), tentei colocar  outros formatos mas só se for MP3 e ouvir como música, o que fica impraticável se você quiser marcar aonde parou.

7 – Falta um tradutor ou a opção de compra de dicionários adicionais como de Inglês para Português.. outros readers já tem.

8 – Falta um leitor de SD no Kindle para armazenar músicas, livros, anotações, etc… A Amazon justifica que por ter 1.4GB livre não é necessário um SD..

DSC01505

9 – ATENÇÃO: Se você se animou para comprar um Kindle, tenha em mente que a Amazon faz um monte de validações para que ele seja usado apenas por residentes nos EUA (devido aos direitos autorais). Para comprar um Kindle, você precisa ter um cartão de crédito emitido por um banco americano e um endereço nos EUA. Óbvio que os brasileiros já deram um jeitinho para comprar os Gifts cards, mas pelo que percebi eles já estão começando a checar os IPs.

Estou muito feliz com meu Kindle! Ele deixou minha mala mais leve, porque em geral sempre levava uns dois livros na mochila, não preciso mais esperar nem pagar o frete da Amazon para os livros que quero e vou economizar (o custo de um livro é em média 60% menor que o tradicional).

Se você for para os EUA vale a pena pensar na aquisição, mas antes dê uma olhada nas opções abaixo:

My E-book

Sony Reader

Eu gostei bastante do da Sony, mas já era tarde demais…

Maiores informações sobre o Kindle 2: www.amazon.com/kindle

UPDATE DESSE POST == 21/10/09

A Amazon já lançou a versão internacional do Kindle que permite comprar direto no Brasil e também baixar livros via 3G! Não vou trocar meu Kindle 2 US pelo Internacional, porque é besteira. Eu encomendei o leitor digital da BN mas to esperando mesmo é o novo da Microsoft, que não será apenas um leitor de livros, rola Windows 7 nele, ou seja… touch fininho, telinha com Word, Power Point, Outlook, IE, etc.

7 Dicas para Você Ler Mais em Menos Tempo

amoler

Se você gosta de ler e às vezes fica desanimado com a quantidade de livros que estão estocados na sua estante sem dedicar um tempo para eles, veja as dicas para colocar sua leitura em dia:

1 – Menos TV, Mais Leitura – Se você diminuir o  tempo que assiste TV com programas inúteis e utilizar esse tempo para ler um livro, será muito benéfico (já reparou quanto tempo perdemos com TV??). Mas para quem é viciado em televisão fica difícil falar para trocar a novela por um bom livro, o que recomendo é escolher um dia por semana para fazer essa substituição. Perder a novela um dia não vai te matar e fará um bem enorme para seu corpo mental.

2 – Crie seu canto de leitura – Escolha um lugar no seu ambiente e decore-o para facilitar sua leitura, com por exemplo, uma boa cadeira, luminária, incenso, música ambiente, etc. Utilize esse espaço sempre que for ler, esse pequeno cantinho cria uma âncora visual, sinestésica e auditiva que facilita a motivação para leitura.

3 – Leitura Seletiva – Você não precisa ler tudo que falam para você ler, eu tenho o hábito de comprar apenas livros que realmente me interessam e depois, quando pego um livro para ler, dou uma analisada no índice, leio o prefacio e se possível (a maioria dos livros técnicos permite isso) seleciono apenas os capítulos que me interessam para ler e pulo os que são perda de tempo ou que tem pouco valor para agregar.

4 – Foque em no máximo 2 livros – Evite ler muitos livros simultaneamente, isso reduz sua produtividade de leitura e ainda desfoca sua atenção no conteúdo do livro. Escolha um livro e deixe-o no seu canto de leitura e outro menor para estar sempre com você, que servirá para ler, no transito parado de SP, na espera do médico, na sala do aeroporto, etc.

5 – Leitura Dinâmica – Já fiz dois cursos de leitura dinâmica na minha vida e posso dizer que funcionam, se você fizer os exercícios que os cursos sugerem. A dica essencial é ler em blocos ao invés de palavras isoladas, para começar foque em 3 palavras por vez, depois vá aumentando o número de palavras até conseguir focar na linha toda. Outra dica é evitar o hábito da leitura labial ou mental (tem gente que até fala a palavra que está lendo), isso condiciona sua velocidade de leitura, o que pode ajudar é colocar um lápis na boca e morde-lo, até que esse hábito suma da sua vida.

6 – Partes ao invés do todo – Estou estudando para uma prova da Microsoft e outra de projetos (PMP) e os livros que tenho para ler são enormes e chatos, o que eu tenho feito é uma tarefa no Neotriad para capítulos do livro e não leitura no modo flat (Ler até onde der). Eu defino, por exemplo, Ler Capítulo 5 PMBOK – Project Scope Management ao invés de ler PMBOK. Livros de ficção não precisam seguir esse modelo.

7 – Armazene o Importante – Se você está lendo um livro que seu conteúdo merece ser relido e recuperado posteriormente, existem duas formas de fazer isso com mais produtividade:

a) Marcadores – Utilize canetas de marcação de textos (aquelas amarelas da Pilot) e grife o que achar importante. Além disso, quando algo é realmente útil e deverá ser usado, coloco uma anotação na contra capa do livro, algo do tipo: “Página 12 – Utilizar essa referência para a palestra X”

b) Mapas Mentais – Utilizo muito a técnica de mapas mentais para resumir livros, reuniões e ter idéias. Vale a pena durante a leitura, utilizar um software que faça mapas mentais e resuma as principais idéias do livro.