Anúncios

VIVO, enfim a solução.

Eu estou blogando sobre a Vivo, seu péssimo atendimento e seu descaso a bastante tempo. É justo, honesto e meu dever fazer um relato do processo.

Fiquei contando os dias no twitter da entrega dos aparelhos do plano. No dia final do prazo, a VIVO, entregou os aparelhos prometidos. Eu até esperava uma surpresa, tipo chegar alguns dias antes, mas isso não aconteceu (acho que não faz parte da política deles).

Enfim, escolhi o smartphone Motorola A3100, pelos seguintes motivos:

motorolaa31001 – Ele é HSDPA, além de 3G. Isso faz MUITA MUITA diferença de acesso a Internet pela rede VIVO/CLARO. Se ele não for HSDPA, for apenas GSM você vai acessar a uma velocidade média de 64kbps. O meu acesso está na casa dos 250kbps. Cuidado que quase nenhum vendedor VIVO sabe desse pequeno, mas importante detalhe.

2 – Ele é Windows Mobile 6.1, o que significa sincronização perfeita com meu Microsoft Outlook e por consequência com o Neotriad. Apesar do recurso de tarefas dele ser nojento e totalmente sem sentido.

3 – Ele é touch. Claro que bem longe dos recursos de touch de um Iphone, mas dá pro gasto.

4 – É Wi-fi, ou seja, posso pegar qualquer rede wifi quando não estiver na cobertura da Vivo.

5 – Ele tem um processador de 528Mhz Qualcomm que tem umas funções de coprocessador aritimético bem interessantes, que deixam o aparelho bem rapidinho (coisa de Nerd).

6 – Ele é Motorola. Confio na Motorola, eles tem uma boa assistência técnica, o suporte é direto com eles e bem feito. HTC o suporte é um lixo. E também tenho uma porrada de acessórios Motorola que se conectaram automaticamente.

7 – Ele é pequeno, leve e bonito.

Enfim, estou feliz. A VIVO cumpriu sua promessa, tive um bom atendimento dessa vez e não vou mais falar mal dos caras. Recomendo o A3100. Mas vou tentar desbloquear o aparelho, para usar com meu Chip americano.

Depois a Bia Kunze (GarotaSemFIO), podia dar algumas dicas adicionais na escolha de um bom smartphone! E comparar os modelos.

Anúncios

Blackberry: Você quer esse benefício?

De acordo com uma pesquisa da WorldatWork, funcionários vem bbbrain recebendo das suas empresas, como parte do pacote de benefícios, smartphones (como blackberry, Iphone, etc).

Metade dos pesquisados, dizem que sentem que esses dispositivos mostram sua importância e status perante a empresa!!?!. Mas ao mesmo tempo, 42% dizem que ao receberem esses celulares, eles sentem que “são cobrados para ficarem sempre conectados”. Três de cada quatro responderam que nunca desligam esses aparelhos.

Muitos funcionários pesquisados disseram que chegam a usar de uma a cinco horas por dia esses dispositivos, em horários fora do expediente.

Por um lado receber um aparelho mostra que eles são “relevantes” na empresa, por outro lado, a pressão de estarem sempre online é desgastante.

Para combater isso algumas empresas estão criando políticas, por exemplo, a Ernst & Young tem um política (não sei se no Brasil) que diz aos seus funcionários para não olharem seus e-mails no final de semana.

A pesquisa mostrou também que políticas ainda são raras, mas que estão começando a se tornar necessárias. A responsável pela pesquisa ainda comenta, que em tempos de crise, “Os funcionários estão preocupados em perder seu emprego, então nem se importam de ficar com o seu blackberry”.

bart1

E você, o que acha do vício do smartphone? Quando comprei meu primeiro smartphone, até pela minha origem tecnológica, viciei completamente. Hoje consigo ficar o fim de semana sem tocar no meu celular, mas não foi fácil.

O que você faz para controlar o vício?

Dicas para Escolher seu SmartPhone

Um smartphone é uma ferramenta de produtividade extremamente útil nos dias atuais. Defendo que a produtividade precisa ser distribuída, ou seja, estar com você em qualquer lugar e acessível de diversos pontos (celular, internet, papel, software). Com um smartphone você tem na mão as suas prioridades, sua agenda, seus contatos. Em gestão do tempo não se pode guardar atividades na memória. Muitas vezes deixamos de anotar porque não temos a agenda por perto (você não leva sua agenda para todos os lugares), mas a chance do celular estar com você é muito grande, o que ajuda na hora de registrar suas prioridades!

smartphones2

Obviamente que com a oferta de modelos e aparelhos fica difícil saber o modelo adequado para você. Meus amigos vivem me pedindo dicas para auxiliar na escolha de um smartphone.

Resolvi fazer uma lista de recomendações para você escolher seu smartphone:

1 – Teclado – Escolha um smartphone que tenha um teclado QWERTY, ele permite que você digite no próprio celular ao invés de ficar catando milho nos números ou com a canetinha.

2 – Bateria – Esse é um item fundamental, pois um smartphone com uma bateria de pequena duração pode dar uma grande frustração (principalmente depois que o vício se instalar). O ideal são as baterias que mantém no mínimo 18 horas ligado.

3 – Teclas de acesso – Muitos smartphones tem teclas de atalho para acessar funções mais rápidas, o BlackBerry foi pioneiro nesse assunto. Não deixe de pegar o aparelho na mão e ver o que melhor se adapte para você.

4 – Memória – Escolha aparelhos que tenham possibilidade de uso cartão de memória expansível, assim não limita seu aparelho a memória do equipamento.

5 – Sistema Operacional – Sem defender a Microsoft, mas um smartphone com Windows Mobile é muito similar ao que você já usa no seu computador, o que facilita o aprendizado e também possui uma gama enorme de recursos e softwares disponíveis, além da facilidade de sincronização com o Microsoft Outlook.

6 – Desbloqueado – Com aparelhos desbloqueados você tem a liberdade para colocar o chip da operadora que ele escolher ou estiver disponível no local (eu me frustrei demais quando fui para Recife e meu Vivo morreu).

7 – GSM – O CDMA está morrendo e a cobertura GSM está se expandindo a cada dia.

8 – Bluetooth – É um recurso importante, principalmente pra quem usa notebook e pode navegar pelo celular sem precisar levar cabos na mala. Vale também para acessórios.

9 – GPS – Muitos smartphones já vem com um GPS embutido que permite navegação na maioria das cidades… já que vai comprar é um recurso adicional interessante.

10 – Wi-fi – Existem muitas redes sem fio disponíveis que permite você navegar sem precisar pagar os pacotes de Internet da sua operadora.

11 – Câmera – Todo mundo gosta de foto e também serve em muitas atividades de um executivo, uma câmera acima de 1.6 mega pixels é melhor.

12- Performance – Para não passar raiva, não escolha um smartphone que tenha menos de 300 mhz de cpu e 64 mb de RAM.

Se pudesse HTCxMOTOQ recomendar dois aparelhos, eu estou usando o MOTOQ da Motorola, que é muito bom, apenas sofro com um pequeno problema com a bateria que a Motorola diz que não existe (apesar de existir até um manifesto na Internet sobre) e ele desliga de vez em quando.

Dentro de alguns meses (assim que minha prisão com a Vivo terminar) irei migrar para um HTC S621 que de todos que vi atende a 100% dos recursos acima e ainda é menor que o MotoQ!

 

Se quiserem saber mais sobre mobilidade, veja o blog da Beatriz (Garota Sem Fio), que além de dicas, dá consultoria também no assunto de mobilidade:

http://www.odontopalm.com.br/gsf/

Como Manter a Produtividade com Viagens constantes

tam-a-330

Desde março tenho viajado praticamente todos os dias para realização de reuniões, palestras, treinamentos e consultoria. A vida de palestrante é assim mesmo (e de outras profissões também), mas eu sou empresário e preciso ter tempo pra fazer a empresa crescer e evoluir.

Muitas pessoas questionam sobre isso, como manter a produtividade, as pendências em dia e o equilíbrio pessoal X profissional com tantos deslocamentos que algumas áreas profissionais exigem.

Por experiência própria e conversando com alguns executivos, separei algumas dicas que podem minimizar esse impacto dos deslocamentos constantes:

1 – Opte por vôos noturnos

Sempre que possível escolha vôos após o horário de expediente, eles evitam que você perca um dia de trabalho com deslocamento e deixam você no horário de dormir quando chegar.

2 – Planeje menos atividades diárias

É uma ilusão achar que você vai conseguir produzir no mesmo ritmo que produz no seu ambiente de trabalho, a recomendação é que você reduza em no mínimo 30% suas prioridades diárias.  Quando dou treinamento ou consultoria (em geral 8hs de duração), eu só tenho disponível o intervalo de espera no aeroporto para o vôo ou a noite (caso fique dois dias na localidade) e em ambos os casos, eu já estou cansando e consigo apenas executar atividades simples, não consigo escrever ou criar nada complexo. Não tenho o que fazer, esse é o meu bioritmo, quando tento ultrapassá-lo, meu corpo sente o estresse.

3 – Delegue por e-mail e confirme por telefone

Quando você está fora e precisa delegar atividades para sua equipe, a melhor sugestões é pecar pelo excesso de explicação do que pelo erro na execução. A sugestão é enviar um e-mail com o que deve ser feito bem explicado (explique o que deve ser feito, como deve ser feito, o resultado esperado e qualquer informação adicional que se faça necessário). Avise no e-mail que entrará em contato para explicar a tarefa. Quando possível ligue para a pessoa e fale sobre a tarefa que você enviou, tire eventuais dúvidas e confirme o entendimento.

É muito crítico quando estamos fora deixar tarefas importantes sem esse tipo de acompanhamento, lembre-se que na delegação o erro é sempre de quem delegou e não do executor.

4 – Pharmaton

Pharmaton_institucionalQuando a Boehringer Ingelheim se tornou cliente da Tríade do Tempo, a Daniela  que faz parte da equipe de RH me falou sobre o multi-vitamínico Pharmaton, que é um composto com Ginseng, vitaminas e minerais que ajudava no controle diário da nossa energia e controle da fadiga. Como eu sou desconfiado, resolvi experimentar (eu já usei o Centrum, o da Herbalife e outros) e fiquei muito impressionado com o resultado. Ele dá uma energia e aumenta muito minha capacidade mental. SHOW mesmo, vale a pena experimentar!!!!

5 – Smartphone com Web

A vantagem de um smartphone em viagens é insuperável, a possibilidade de ver meus e-mails em qualquer lugar, de acessar o Neotriad e ver minhas prioridades é vital, impossível viver sem! Recomendo que seu smartphone tenha a possibilidade de acesso a Intenret (como o VivoZap ou TIM), pois evita de levar um aparelho para conectar a Internet e o smartphone. Se ele tiver bluetooth melhor ainda, pois nem precisa tirar o celular da mala para conectar o notebook.

6 – Não se cobre demais

Mais importante de tudo é entender que tudo na vida tem um ritmo e que quando você tentar ir contra esse ritmo natural das coisas, o estresse aparece. Em viagens sua produtividade tem uma tendência a cair, é normal, não se cobre demais, não se exija demais.  Tente relaxar e fazer o máximo que conseguir sem ir além de seus limites. Você acha que não me incomoda ficar sem escrever pro blog ou um artigo? Deixar de pensar no novo software? Claro que sim, mas se eu forçar a barra vou me prejudicar, então aprendi a controlar meus instintos!