Anúncios

Como planejar seu próximo semestre para ter mais produtividade.

Chegamos praticamente na metade do ano mais curto dos últimos anos, não apenas pela quantidade efetiva de dias úteis, mas também pela sensação de feriado que vamos ter em vários momentos com os vários eventos ao longo do ano.

turbo

Você vai reparar que aquela sensação de que o tempo está passando mais rápido é ainda mais apropriada nesse ano. Já estamos na metade do ano, como foi seu primeiro semestre? Quanto realizou? O que fez realmente de importante?

Esse é o melhor momento para fazer uma avaliação do que passou e do que virá. No método Triad eu divulgo a importância do planejamento anual, que na verdade de tão importante, eu adotei como semestral. Faço sempre no final do ano e no dia 26/6. Isso me dá a exata noção do que eu defini, do que eu fiz, do que não rolou e do que ainda farei.

Eu preparei um vídeo sobre planejamento anual que você pode aprender o passo a passo para executar esse plano, clique aqui para ver no meu canal no Youtube, aproveite a passagem por lá e já se inscreve para receber em primeira mão os próximos vídeos.

O tempo não está acelerado, o tempo não está correndo. Você que ligou as turbinas e está em uma velocidade diferente. Nada contra aceleração, mas uma hora a gasolina acaba e se não tiver na estrada certa, parar no deserto não deve ter muita graça, não é? A vida é curta demais, use seu tempo construindo coisas que tenham importância!

Não deixe para depois, acessa o vídeo e mãos à obra para colocar seu tempo na velocidade e na estrada certa.

Até a próxima,

Christian

Anúncios

Como mudar o padrão de atraso

Que todo mundo está correndo a gente sabe, só que no meio dessa correria acabamos nos tornando, além de corredores, “atrasadinhos” também. Atrasamos na reunião, atrasamos para pegar os filhos na escola, atrasamos o relatório, atrasamos o happy hour, atrasamos o lazer, etc.

BlogFlightDelayed

Atrasar é uma consequência natural da correria, de um estado mental que entramos e que se reflete em diversas áreas da nossa vida. O pior é que nesse estado, nem sempre é uma realidade, pode ser apenas uma percepção, uma matriz que entramos sem perceber e acabamos vivendo essa ilusão.

Quer uma forma de começar a mudar esse padrão? Comece a ser mais pontual. É um pequeno começo mas que vai ajudar a fazer uma grande revolução. Se você marcar a reunião às 9 horas, programe-se para chegar às 8h45, talvez até antes. Se você tem um evento externo às 15h, planeje para chegar as 14h30 e assim por diante. Antecipe. Crie esse padrão mental e de atitude.

Esse “tempo extra” é o que evita problemas de caminhos errados, trânsito e também é o tempo que se tiver realmente “extra” pode ser usado para dar um tempo, para simplesmente sentar na cadeira e esperar. Uns minutos para você ler uma revista, um livro ou simplesmente pensar na vida. Desacelerar aos poucos para a vida começar a andar ao invés de simplesmente correr. Não é um conceito simples, mas é um conceito importante. Pense a respeito. Devagar!

[Vídeo] Tempo livre não é tempo disponível

Tempo livre não é tempo disponível: http://www.youtube.com/watch?v=SOw-xk1rHLs

Você olha sua agenda e descobre que tem um buraco “sem nada” agendado e acaba aceitando aquele convite para uma reunião opcional, para um curso, para uma festa, para uma tarefa, etc. Quando percebe a agenda está toda lotada, você sem tempo e correndo.

Nesse vídeo eu falo um pouco sobre como ter tempo livre não significa que ele está disponível e o que pode ser feito para manter uma agenda mais equilibrada.

Se gostar, compartilhe com aquele amigo que lota a agenda e vive sem tempo!

Se o vídeo acima não funcionar, segue o link direto: http://www.youtube.com/watch?v=SOw-xk1rHLs

Sua carreira está pronta para uma tempestade?

Não sei se vocês estão acompanhados os indicadores econômicos, mas nos últimos meses a coisa tem ficado difícil para o Brasil. Fora a inflação que já vem preocupando o governo há um tempo, temos a alta de juros que tem previsão de manter essa tendência ao longo do ano, um PIB ridículo novamente deve acontecer esse ano, a alta do dólar está começando a prejudicar o mercado (apesar da Dilma dizer que “tem bala na agulha” para conter o dólar) e indícios que a Petrobrás não vai conseguir por muito tempo segurar o preço da gasolina, indicam momentos turbulentos pela frente.

Tempestade-no-mar

Infelizmente nosso governo de última hora (e os anteriores também), não fez e não está dando a devida importância para as reformas que deveriam ser feitas, para o aperto nas contas públicas, para conter a corrupção e mais uma infinidade de problemas. Com isso estamos na mão de Deus, da força de vontade de nosso povo e também na persistência dos empresários. Circulando por médias e grandes empresas, o que se ouve é que alguns cortes começaram a ser feitos o que deve começar a impactar negativamente a nossa economia nos próximos meses.

Economia não é meu forte nem especialidade, porém em todo momento de risco existe um monte de oportunidades. Para quem está preparado. Para quem dedica tempo para aprender a gerar valor no seu emprego, na sua empresa. Ao invés de sair e ficar chorando ou olhando de camarote o que está acontecendo, o que você está fazendo para evitar que o “PIC – Produto Interno da sua Carreira” não seja um “piquinho”?

Se seu tempo está só focado em sobreviver, na primeira marola, você vai estar cansado de nadar e pode se afogar. Agora se você está se preparando, com cursos, desenvolvendo seu networking, desenvolvendo projetos de alto impacto para a organização, você tem muitas oportunidades pela frente. Contra resultados reais não há argumentos.

Pense hoje o que sua carreira precisa fazer para estar preparada para os bons momentos e para os maus momentos também. Hoje é o dia de começar as suas “reformas” e seus “aprimoramentos” para que não fique como o governo: correndo atrás do prejuízo, sempre na urgência.

Ter clareza é saber jogar batalha naval

Uma das cosias que mais tira a possibilidade da pessoa não ter tempo no dia, é sua incapacidade de saber o que será feito pelos próximos 3 dias ao menos. A falta de previsibilidade te coloca em modo reativo, tudo que chega é uma surpresa, que se acumula com a atividade presente gerando mais estresse e correria.

Clareza é tudo na vida. Clareza de objetivos, clareza do que fazer, do que não fazer. Se não temos clareza, tudo fica confuso, imprevisto, corrido e urgente. Algo como o ataque a Pearl Harbor, feito pelos japoneses em 1941, totalmente inesperado.

batalhanaval

Um erro grande que mascara a clareza é achar que sabe o que tem para fazer em grandes blocos. Algo como pensar: hoje eu tenho que atender os clientes e fazer propostas. Isso não é clareza, isso é tempo obscuro, coisas que eu sei o que são, mas não estou certo de quanto são. É como ter um ataque de uma esquadra inteira de navios e achar que seria apenas um barquinho. Não é simples entender esse princípio. Leva tempo para modelar sua cabeça a funcionar de um jeito diferente.

Para não entrarmos em muitos detalhes, por hora, pense em tudo que tem a fazer hoje e até o final da semana. Deixe essa “folha” visível na sua mesa, tudo que chegar de novo coloque lá. Experimente brincar de “batalha naval”, realocando as atividades (seus navios) de posição quando um “ataque inimigo” (urgência) se aproximar. Já pensou jogar batalha naval sem o tabuleiro de controle? Loucura! Porém, é nessa loucura que muita gente vive hoje, o resultado é que mais cedo ou mais tarde, seus navios vão afundar.

Por um 2013 diferente

    Como estamos no começo do ano, seria muito útil repensar como foi 2012 e criar um 2013 melhor. Eu acredito que nunca devemos nos contentar em ficar na mesma, algo deve mudar. E se algo deve mudar a reflexão deve começar com você mesmo, a partir das suas atitudes e escolhas.

My-New-Year-Strategic-Plan-20101

 

    Para começar a pensar em um 2013 diferente, sugiro que reserve pelo menos uns 20 minutos para esse exercício. Pegue uma folha de papel, coloque na horizontal e escreva no topo 2012. Faça um T na folha e em cada espaço escreva:

– O que fiz e devo continuar fazendo

– O que fiz e não deveria mais fazer

– O que deixei de fazer e devo persistir em 2013

    Faça uma lista de coisas para cada um desses espaços no T e, em seguida, releia os itens. Particularmente, sugiro que depois de escrever todos os itens, retome o exercício no dia seguinte, revisando tudo que escreveu.

    Essa releitura dará um panorama geral de como foi seu ano anterior, das coisas importantes, das circunstâncias, das metas que podem ajudar 2013. Essa folha deveria ser anexada na sua agenda do próximo ano para que você tenha contato com as coisas que quer e as que precisam ser deixadas de lado.

    Em outra folha ou no verso da mesma folha, pense nas coisas que gostaria de realizar em 2013. Coisas realmente viáveis e que possam começar e terminar no próximo ano (para facilitar o processo de planejamento). Depois de listar, faça um X nas metas que proporcionam simultaneamente à sua vida mais equilíbrio (bem estar, saúde, relacionamentos, etc) e resultados (finanças, carreira, bens, etc). Das que tiverem o X marcado, selecione apenas 2 e descreva pelo menos 10 ações práticas que te ajudarão a executar esse objetivo.

    Quando planejo meu ano, eu gosto de escrever uma carta, fechar e deixar para abrir no meio do ano. Não tenho nenhuma pesquisa sobre isso, mas eu adoro ler aquilo que planejei e ver o que andou. Você pode tirar uma cópia dessas folhas e colocar na carta, pois a original deve ficar sempre com você.

    Experimente fazer e compartilhe os resultados.

    Só não vale deixar a vida correr frouxa, ou repetir 2012, pois isso se torna um hábito e quando você reparar está com 80 anos e reclamando das coisas que deixou de fazer. O tempo passa rápido para quem não controla as coisas que faz na vida!

    Um excelente 2013!

10 dicas para evitar o estresse nas suas viagens de férias

Eu vou sair de férias nessa quinta-feira, depois de um ano cansativo em termos de viagem e desenvolvimento de produtos. É merecido um tempo com as pessoas mais importantes da minha vida.

Muitas pessoas vão fazer a mesma coisa, várias empresas entram em férias coletivas, muita gente vai viajar e outras vão aproveitar para fazer os preparativos de festas de ano novo.

home-travel-garden-stress-travel-anxiety

Infelizmente nesse momento a correria, falta de planejamento e a última hora são fatores constantes de estresse. Para não fazer as férias começarem com o pé esquerdo, veja se alguma dessas dicas pode te ajudar:

1 – Faça um checklist da viagem – Reserve uma hora do seu tempo para pensar em tudo que precisa preparar ou levar para a viagem. Faça uma lista, imprima e vá “ticando” os itens conforme concluir a atividade. Deixe uma cópia em cima da mala e a outra na carteira, pois assim você aproveita qualquer momento para acrescentar ou executar itens.

2 – Separe os documentos – Canso de ver gente em aeroporto com documentos vencidos, passaportes que ficaram em casa, etc. Verifique validade, procurações, carteira de motorista, cartões de crédito, etc. Em viagens internacionais a atenção deve ser redobrada. Selecione todos os documentos, coloque em um saco plástico com fecho para evitar perdas.

3 – Deixe as contas em dia – Não adianta ir viajar e lembrar que tinha que pagar a luz e esqueceu o boleto em casa. Vai pagar multa e ouvir um monte. Por isso se possível deixe as contas em débito automático, ou tire uma xerox e leve o boleto com você para pagar via Internet. Deixe o original com algum parente ou amigo que em caso de emergência, quebra o galho de pagar para você.

luggage14 – Pense nas malas – Eu sou viciado em malas, sempre que viajo pra fora compro uma mala. Tenho mais mala que espaço. Eu sempre acabo sendo econômico no que vai e me ferro com o que volta. Por isso, dessa vez eu vou levar malas adicionais e caso precise não vou comprar mais um jogo. Revise se tem os cadeados adequados e se o zíper e o tecido estão em bom estado. Nada pior que uma mala arrebentada e suas cuecas na esteira do aeroporto, já pensou você catando cueca suja na esteira que ridículo?

5 – Pense no clima – Não custa nada antes de viajar revisar o clima do local. Tem lugares como o Nordeste do Brasil que não tem erro, vai ser calor. Agora a Disney nesse mesmo período pode ser calor ou frio, por isso revisar a temperatura não te coloca nem em frias nem em saunas, e ajuda a fazer uma mala mais consciente.

AirportSecurityCheckInLine6 – Pense nas desgraças – E se perder o cartão de crédito? E se perder o passaporte? E se o hotel não tiver a reserva? E se a casa alugada for golpe? E se alguém ficar doente? Pensar no “E SE” ajuda você a precaver alguns problemas. Eu coloco no Neotriad o telefone do consulado, da operadora de cartão de crédito, meu cartão de seguro, hospital melhor e mais próximo do Hotel que vou ficar, etc. Problemas podem acontecer, sofrer com eles na pressa é opcional.

7 – Passeio com tempo é melhor – Chegar no lugar e sair procurando algo para fazer pode ser legal por um lado e um tormento por outro. Em muitos lugares a última hora é cara e muitas vezes não tem disponibilidade. Por que não procurar na Internet passeios, reserva de carros, restaurantes, tickets para shows, etc.? Deixar para a última hora corre o risco de ficar sem, pagar mais caro ou não desfrutar do melhor.

8 – Deixe o trabalho em dia – Antes de sair de férias, deixe o trabalho em dia para evitar ser interrompido no seu descanso. Mande um e-mail com alguns dias de antecedência para seus pares, chefes ou subordinados com o que está pendente, com o que deve ser feito, ou documente suas funções e treine quem ficará no seu lugar.

9 – Pense na comunicação – Se a viagem é para fora do País, pense em como irá se comunicar com os familiares. As empresas de celular têm planos internacionais (que custam os olhos da cara), mas precisam ser habilitados. Se você tiver tempo vale pesquisar a operadora do local que você vai, pois muitas delas têm planos específicos para curtos períodos e vale mais a pena que aquele celular “mequetrefe” que você compra no aeroporto com cartão que custa o triplo.

10 – Passatempo para as crianças – Se você tem filhos como os meus, eles não curtem muito Baggio-420x0dormir na viagem e gostam mesmo é de se provocar o tempo todo. Mente vazia é besteira na certa. Que tal comprar um gibi, um livro, carregar o PS2, etc.? Se a paz não reinar na viagem, lembre-se que a culpa não é das crianças que estão fazendo o papel delas, é seu que não preparou o território.

 

Gostou das dicas? Então não deixe pra depois, compartilha com a família, imprime esse post, e vai “ticando” conforme for realizando. Assim você não intelectualiza as ideias, mas realiza de fato!

Boa viagem!

Ps.: como estarei de férias, vou deixar o blog e o Facebook sem atualizações por um tempinho!