Anúncios

Palestra do Bernadinho, Viagens e a VIVO

Essa semana foi agitada, fiz palestras em três capitais todas seqüenciadas. Isso acaba detonando um pouco a energia, pois pode não parecer, mas viajar cansa.

Um fator extraordinário tem sido minha Internet. Estou muito feliz com a VIVO e com o Motorola A3100. Em São Paulo, cheguei a pegar 2.1 Mbps de velocidade, em Belo Horizonte ficou na casa dos 758Kbps e no Rio de Janeiro 1.2 Mbps.

A vantagem desse modelo é que eu consigo configurar ele (através do Compartilhamento de Internet) para ser meu “modem 3G”. Com isso, no meu Windows Vista, eu crio uma rede PAN, via bluetooth e conecto na Internet através do celular nessas velocidades. Eu quase tive um orgasmo com a velocidade e performance (nerd é fogo). Parabéns a VIVO e a Motorola! SHOW!

Um desses eventos merece destaque, o evento de BH, para umas 1.500 pessoas no Chevrolet Hall, que fiz em parceria com o Bernadinho do Vôlei.

Eu não tive boas experiências com pessoas do esporte, fazendo bernadinhoVoleiF palestras de negócio. Mas o Bernadinho me surpreendeu. O cara é simples, direto, objetivo, focado e persistente. Adorei a palestra, a pessoa, o conteúdo. Ele realmente é um dos melhores palestrantes do País. Bota muito palestrante da velha guarda no chinelo.

Ele não é aqueles caras que vão no palco para dar show de piada. Ele é um cara com conteúdo e vivência do que fala. Os 10 pontos que mais gostei na palestra foram (de forma absurdamente resumida):

1 – Ele cita o Outliers e fala sobre as dez mil horas. Ou seja, quer ser um campeão? Precisa treinar, treinar, treinar e quando estiver cansado treine ainda mais um pouco.

Total relação com gestão de tempo e planejamento. As pessoas me perguntam se precisa sempre planejar.. A resposta é: sim, cada vez mais, e com isso será cada vez melhor e mais preciso.

2 – Determinação e foco, gera resultado. Sem isso, gera zona de conforto, reclamação e culpados.

3 – Necessidade e paixão fazem pessoas vencer desafios. Sem necessidade, não rola. Sem paixão não tem tesão.

4 – Ele disse que o reserva é tão importante quanto o titular. Tem o mesmo peso no campeonato.

5 – Faça as pessoas terem uma causa. Isso ele me contou nos bastidores. Ele faz o time, doar um % para alguma causa. Por quê? Para eles criarem princípios que fortalecem a equipe.

Em tempo, é saber aquilo que é Importante de fato. Definir a missão, os por quês.

6 – Não ligue para modas, mídia e pessoas. A distância entre o Bernadinho ser um destemperado e um campeão são 2 pontos na partida. Para quem vence ou perde.

7 – Dizem que ele é exigente. Sim, ele é. Mas como ele disse: “só cobro de alguém que tem capacidade de realização. Se não tem, nem cobro.”

8 – Pise na vaidade todas as manhãs, para não tropeçar nela. Tem jogador veterano, campeão mundial que não quer acordar cedo. Mas o jovem que quer entrar no time, chega duas horas antes do treino e fica esperando.

9 – Quando ofereceram um prêmio para o melhor jogador, eles propôs a todos do time, dividir o prêmio, caso alguém ganhasse. 50% para o jogador e 50% para o time!

10 – Ser líder, não significa estar sempre certo, nem ser sempre popular. Ele teve de tomar diversas decisões impopulares, pois eram melhores ao time.

No dia 19/10, faremos um repeteco dessa palestra em Goiânia (www.nproducoes.com.br). Dessa vez, mais integrados.

Anúncios

NÃO ACREDITE NA ADMINISTRAÇÃO DE TEMPO!

EXPERIMENTE. EXPERIMENTE. EXPERIMENTE. E depois que cansar de experimentar, experimente mais um pouco.

Só com aplicação é que os resultados aparecem, o problema é que muita gente começa e desiste nas primeiras 2-3 semanas. Hoje sabemos que estatisticamente, a metodologia Triad, começa a dar resultados da quarta para a quinta semana. Na sexta semana é que você começa a solidificar o processo.

Recentemente eu passei por isso, usei minha vida toda o barbeador manual da Gillete (Mach X), e sempre tive uma terrível irritação de pele. Meu irmão chegou a usar um barbeador elétrico por umas duas semanas, mas ele dizia que era muito ruim. Acabei acreditando e por quase 10 anos, por pura indução, nunca quis um barbeador elétrico.

Nessa minha última ida pra NY, eu estava na Best Buy procurando um celular, e fui perguntar se tinha um modelo para a vendedora. Ela disse assim: “não, mas tenho uma coisa que sua pele vai gostar. Vem comigo.” Ai ele me mostrou o barbeador elétrico Philips Norelco. Ela disse que o marido dela também tinha uma terrível irritação e que melhorou com o uso do aparelho.norelco

Eu agradeci e disse que comigo não iria funcionar (olha o poder da crença induzida!), contei até a história do meu irmão. Ela pegou na mão o aparelho e disse: “não acredite, experimente. se não funcionar em 30 dias, a Philips devolve o seu dinheiro.”.

Quando ela disse isso lembrei da frase acima que falo sobre administração do tempo, não teve como não comprar. Hoje faz exatos 30 dias que estou usando o tal Norelco.

Na primeira semana, pensei em desistir. Eu tinha de me barbear e esperar uns 20 minutos para a pele ficar vermelha, de tão roxa que ficava (parecia fantasia de Hallowen). Na segunda semana, comecei a achar que ele não cortava direito. Na terceira, a pele começou a ficar menos irritada e o corte foi ficando mais suave. Na quarta semana o corte ficou perfeito, bem rente, e a irritação é quase nula. RESULTADO: NÃO ACREDITE! EXPERIMENTE.

Abaixo segue o depoimento do Gérson (ex Coffee MAN), que já fez alguns comentários aqui no Blog. Eu a minha equipe temos ajudado ele desde o primeiro contato no uso das nossas ferramentas. Recentemente ele mandou um e-mail muito bacana, contando sua experiência. O depoimento dele, pode ajudar você a EXPERIMENTAR também uma metodologia de Administração de Tempo.

Agradecimento.

Tem um ditado diz: – ”Quando o aluno está pronto, o Mestre aparece!”.

                        Tenho que acreditar nisso porque já aconteceu pelo menos quatro vezes na minha vida.  A penúltima, foi o emprego que tenho hoje. Recém tinha terminado um curso de Controladoria e Custos, e estava trabalhando em um escritório de contabilidade, quando esta oportunidade surgiu. Meu último empregador, Rogério Villlela, que me indicou para o cargo. Hoje uso exatamente os ensinamentos do curso, e no novo emprego, implantei controles contábeis que ajudaram bastante à empresa.

                         Em agosto do ano passado, vendo meu computador, por entre as pilhas de papéis, encontrei (não sei de onde) o site do Mais Tempo. Que devorei instantaneamente, lendo tudo que podia e imprimindo tudo que o site tinha. Fiquei fascinado com as possibilidades de organização e rendimento. E era isso que eu precisava rendimento. Tinha assumido espontaneamente várias funções que antes não tinha dono antes, e o dia estava ficando cada vez mais curto, e as pilhas de papéis cada vez mais altas. Já conseguira automatizar vários controles, através do Excel, que diminuíram em 3/4 o tempo de algumas funções, mas isso deu brechas para mais funções.

                          Pois bem, aderi de corpo e alma ao Mais Tempo; comprei o software, comprei o livro, enchi o saco das caras do suporte, fucei em tudo que podia no programa até conhecer cada comando. Confesso que foi um pouco difícil, além do pouco tempo que tinha, ainda tinha que começar a organizar os meus papéis nos moldes da metodologia. Dar horários, estabelecer tempo para as coisas, dizer qual coisa ia fazer primeiro, cumprir a lista, não via como isso podia me ajudar Na primeira programação que fiz, no espaço pra colocar o tempo da tarefa, tive vontade de escrever: “Se ninguém me atrapalhar, termino em 1h".  E neste dia, o somatório das tarefas, dava quase 12 h. Ficar até mais tarde era bem comum nesse tempo. Em uma semana específica, cheguei a trabalhar 12h por dia, todos os dias.  E o pior que a pilha não diminuía. Quase colei uma foto minha, na geladeira, para que não chamassem a polícia quando me vissem entrando pela porta de casa, afinal quase não me viam! Era comum também fazer duas, três coisas ao mesmo tempo; quando estava fazendo uma coisa complicada e demorada, chegava alguém com uma coisa simples, mas urgente (para ela), fazia esta "simples" por cima da "complicada". Caos total. Já não me lembrava se tinha enchido a xícara de café, ou quantas já tinha tomado. Então fiz um controle; Medi a capacidade da xícara atual, e contei durante uma semana, quantas xícaras eu tomava, marcando um papel, colado na mesa, ao lado da xícara. No final da semana, eu descobri que tomava incríveis, 1,5 litros de café, POR DIA. Era quase  o Coffe-Man. Super-herói zumbi!

                          Hoje ainda tomo café, mas troquei a xícara por uma menor, e tenho um limite de xícaras por dia.  À medida que ia me familiarizando com a metodologia, e com o, imprescindível software, meu nível de loucura foi reduzindo e hoje está em níveis aceitáveis, (se é que eles existem). Ainda falta muito pra usar 50 % da capacidade do software, mas meu rendimento cresce a olhos vistos. Já recebi comentários de colegas que disseram quando vêem a minha mesa cheia: “bhá muito trabalho hoje, não? Mas eu vejo que a tua mesa sempre esvazia!”. E esvazia mesmo! Hoje minhas tarefas estão listadas na semana de maneira ordenada. Determinei que cada coisa fosse feita em um dia específico, e criei uma tarefa recorrente semanalmente, para já deixar programado este dia. Faço as coisas na ordem que eu as coloco; as mais fáceis primeiras e as mais complicadas depois. Depois das férias, um pequeno acúmulo foi resolvido em uma semana. Faz três dias quase que  a minha mesa esta…. VAZIA! Sem nada. As tarefas estão adiantadas. Se precisasse ter uma medida, diria que estou três dias adiantado com minhas funções. Cheguei mesmo a ficar sem nada para fazer!!! Isso é a glória!!

                           Mas tudo tem um motivo. Hoje meu chefe viajou. Vai fazer um curso. Não vou poder com sua ajuda preciosa, e com suas soluções geniais por que….. ele viajou….. para a Austrália, e vai ficar lá sete meses. Fiquei com boa parte das funções dele, até sua volta. E é notável a preocupação dos colegas com meu acúmulo de funções. Mas eu estou tranqüilo. Eu controlo meu tempo, minhas funções, meus deveres. Estou absolutamente preparado para este desafio. Agora imaginem se eu ainda fosse o Coffe-Man??? Não teria condições de assumir outras funções, se já não dava conta das minhas!

                            Portanto, meu caro Christian, eu tenho muito a agradecer. Afinal mais uma vez o mestre apareceu, quando o aluno estava pronto!

Gérson Worobiej

 

ps.: para as outras pessoas que também enviaram depoimentos, estarei, se você autorizou publicando também!

Amazon Kindle 2 : Primeiras Impressões

Quando estava nos EUA, foi lançado o Kindle 2 da Amazon, que é basicamente um leitor digital de livros.

Eu sempre odiei ler livros, textos e até mesmo sites em um DSC01506 computador. Além de cansar a vista eu rapidamente fico sem saco e acabo parando a leitura. Sempre preferi imprimir ao ler textos longos no computador.

Quando a Amazon lançou o Kindle 1, eu achei a idéia fantástica, mas achei o produto (design) esquisito e não sabia se ia me adaptar. Meu amigo Miguel Cavalcanti, que também é outro aficionado por leitura, comprou o Kindle 1 e disse que gostou bastante da experiência, o que me deixou curioso.

Durante o mês que fiquei por lá, vi na TV uma entrevista do Jeff Bezos sobre o Kindle 2. Entrei na hora na Amazon e resolvi comprar oDSC01504 brinquedinho. Dois dias depois ele chegou e achei que era melhor comprar uma capa para evitar danificar o produto. Acabei experimentando duas, mas optei pela capa padrão da Amazon para o Kindle 2.

Hoje já estou há quase um mês com o Kindle 2 e posso dar minhas primeiras impressões:

1 – É uma experiência de leitura muito agradável, superior a um livro de papel. Totalmente diferente da leitura na tela de um computador. Estou viciado.

2 – O design é lindo, o peso e tamanho do Kindle 2 é muito prático, dá para levar no bolso de uma jaqueta (como fiz diversas vezes) e não incomoda na hora de ler. Com a capa ele fica um pouco mais pesado, mas a proteção vale a pena.

3 – Nos EUA o wireless funciona maravilhosamente bem, se deixar o DSC01507produto na espera, quando você levantar o Jornal do dia está baixado e os feeds dos blogs também. Qualquer livro é “descarregado” no aparelho em segundos. Co nsegui acessar o Neotriad do Kindle que funcionou perfeitamente.

4 – Como ele vem com um dicionário (inglês-inglês), qualquer termo que você não saiba, basta navegar com o pequeno mouse do lado direito e ver a explicação.

5 – É possível também marcar o texto (algo que adoro fazer em livros tradicionais) e digitar suas próprias anotações. Tudo isso fica gravado em um arquivo texto e pode ser copiado para o computador através de um cabo USB.

6 – O Kindle 2 vem com um recurso de “Text to Speech”, que lê para você o texto, com uma voz feminina ou masculina (melhor opção em qualidade). A leitura é boa, não perfeita, mas bem aceitável. Não é robótica, é bem natural. Ela peca nas pausas, mas dá para ouvir um livro no carro com excelente compreensão.

7 – É possível ter qualquer arquivo em formato Word, PDF no seu Kindle, mas para isso você precisa enviar um e-mail para a Amazon, que converte o arquivo para você e devolve para você baixar. Nos EUA, o arquivo é automaticamente baixado no seu Kindle, mas tem uma pequena taxa (de alguns centavos). Funciona bem o recurso, demora uns 5 minutos para o e-mail chegar com os arquivos convertidos, e o resultado é bem aceitável.

8 – A bateria dura muito tempo, eu carreguei apenas 1 vez e já li quatro livros sem precisar recarregar, praticamente um mês de uso.

9 – Minha produtividade de leitura aumentou! Como o Kindle está sempre comigo e fico bem focado quando estou usando, parece que minha performance melhorou… ou pode ser só efeito placebo.. só o tempo dirá.

O que não está legal:

O cara que fez o software do Kindle 2 estava com a idéia da simplicidade na cabeça, mas de tão simples pecou em coisas básicas. Espero que com um pequeno upgrade eles resolvam os problemas.

1 – Falta uma forma de organizar os livros por Pastas, todos os títulos ficam largados na tela e é necessário virar as páginas para achar o que você procura.

2 – Ele deveria ter um símbolo de concluído (como em tarefas) quando o livro estiver lido. É simples, mas estimula a conclusão dos livros.

3 – Essa é ridícula: cadê a página do livro??? Ele mostra apenas o % do livro que foi lido e um número de localização que é muito esquisito mas não informa, algo do tipo: Página 10/553

4 – Achar suas anotações e bookmarks não é uma tarefa muito amigável. Poderia ser melhor organizado.

5 – Ele permite tocar músicas, mas não tem um player por mais simples que seja para controlar as faixas, é preciso usar a combinação de ALT+F para pular a música (ele não deixa voltar, apenas pular).

6 – Ele só aceita audiobooks no formato AA (Audible), tentei colocar  outros formatos mas só se for MP3 e ouvir como música, o que fica impraticável se você quiser marcar aonde parou.

7 – Falta um tradutor ou a opção de compra de dicionários adicionais como de Inglês para Português.. outros readers já tem.

8 – Falta um leitor de SD no Kindle para armazenar músicas, livros, anotações, etc… A Amazon justifica que por ter 1.4GB livre não é necessário um SD..

DSC01505

9 – ATENÇÃO: Se você se animou para comprar um Kindle, tenha em mente que a Amazon faz um monte de validações para que ele seja usado apenas por residentes nos EUA (devido aos direitos autorais). Para comprar um Kindle, você precisa ter um cartão de crédito emitido por um banco americano e um endereço nos EUA. Óbvio que os brasileiros já deram um jeitinho para comprar os Gifts cards, mas pelo que percebi eles já estão começando a checar os IPs.

Estou muito feliz com meu Kindle! Ele deixou minha mala mais leve, porque em geral sempre levava uns dois livros na mochila, não preciso mais esperar nem pagar o frete da Amazon para os livros que quero e vou economizar (o custo de um livro é em média 60% menor que o tradicional).

Se você for para os EUA vale a pena pensar na aquisição, mas antes dê uma olhada nas opções abaixo:

My E-book

Sony Reader

Eu gostei bastante do da Sony, mas já era tarde demais…

Maiores informações sobre o Kindle 2: www.amazon.com/kindle

UPDATE DESSE POST == 21/10/09

A Amazon já lançou a versão internacional do Kindle que permite comprar direto no Brasil e também baixar livros via 3G! Não vou trocar meu Kindle 2 US pelo Internacional, porque é besteira. Eu encomendei o leitor digital da BN mas to esperando mesmo é o novo da Microsoft, que não será apenas um leitor de livros, rola Windows 7 nele, ou seja… touch fininho, telinha com Word, Power Point, Outlook, IE, etc.

Promessas para 2009

promessasanonovo

Para muitos pessoas que voltaram a trabalhar hoje, é o momento de colocar os planos em ação.

Provavelmente você deve ter feito suas promessas de fim de ano por esses dias e agora inicia a fase aonde você começa a se esquecer delas..

Para que isso não aconteça, escreva! Que tal deixar aqui no blog,  de forma anônima, suas promessas de ano novo? Pelo menos em algum lugar elas ficarão registradas. E para que não cai no esquecimento voltarei a esse assunto 4 vezes no ano, nas datas abaixo, assim você vai se lembrar constantemente delas e quem sabe, realizá-las:

15/03 ; 15/06; 15/09 ; 15/12

No final do ano vamos fazer um balanço de quem fez o que e comprovar que escrever, criar plano de ação e executar dá resultado!

Eu começo com três grandes promessas públicas para esse ano:

1) Neotriad versão 3 / USA – vamos lançar o Neotriad no mercado americano, com uma série de recursos novos na versão 3 da aplicação. (prazo limite: 31/06/09)

2) Novo layout blog – vou refazer o layout desse blog e trocar de provedor. (prazo limite: 10/05/09)

3) Terminar o projeto PCJeans – esse é um projeto secreto, que me apaixonei logo que tive as primeiras idéias. O legal é que inclui esposa, meus filhos e EU!… Resumindo é um novo conceito sobre resultados… (prazo limite: 20/12/09)

E você? Quais suas promessas para esse ano? Escreva um comentário aqui, assine o nosso feed e aguarde!

Foco by Ernani Rios

Segue post enviado pelo Ernani Rios sobre sobre:

Outro dia, estava dedicando me tempo ao EU na agenda e jogando um pouco de Call Of Duty.

Numa determinada fase do jogo, estava enfrentando os adversários quando percebi que disparava a arma em diversas direções, sem foco !

O resultado foi que perdi e tive que recomeçar a fase novaneuronios mente.

Ao chegar novamente no mesmo ponto do jogo, mudei de tática e foquei o adversário. Como conseqüência, passei de fase.

Neste momento, veio a seguinte pergunta:

– Quantas vezes não fazemos isso no nosso dia ? “Atiramos para todos os lados” ao invés de focas nossos objetivos!

Fazendo um paralelo do jogo com a realidade,durante o dia existem diversas atividades que tiram o nosso foco e dessa forma, atiramos para todos os lados.

A lição que podemos tirar dessa situação é que a partir do momento em que focamos nossos objetivos e “corrermos” atrás deles, conseguiremos “passar de fase”!

Esse depoimento é realmente engraçado!

Sabem a “táuba” da salvação? Pois é passou por aqui, e eu peguei!

Meu nome é Gérson Worobiej, e trabalho em uma construtora civil, na área financeira, sou analista de custo. Então eu sabia quanto custava os vários minutos que eu gastava, correndo atrás de uma nota fiscal, com o telefone no ouvido, e vendo e-mails. Tudo ao mesmo tempo. Era como o diabo da Tasmânia, o Taz …

Em algumas semanas de julho, cheguei a trabalhar uma média de 12 h por dia, e o maior problema é que  o volume de papel, não diminuía. A lista do outro dia era tudo o que eu não tinha conseguido fazer no dia anterior.

Não lembro de onde tirei o site da Tríade, mas achei interessante e li com fúria e ansiedade. Baixei o software imediatamente, e abri uma vez só, porque descobri que não sabia usar.

Mas o site tinha muitas outras dicas interessantíssimas que era mais urgentes que o software. Baixei os formulários, imprimi os e-books, fiz os testes, e no outro dia, apenas com uma vaga noção da “administração do tempo”….

A esta altura já tinha lido todo o site e comecei a me familiarizar com os termos e o que eles queriam dizer. Me cadastrei no Neotriad.com e comecei a usar as Tarefas imediatamente.

Só isso, já fez com que a minha mesa passasse do estágio Taz; para o estágio Bugs Bunny:

Fiquei tão feliz e relaxado que me dei ao luxo de reservar alguns horários com a tarefa : ” Fazer Nada ” , que eram possíveis, pra fazer pequenas coisas como tomar um café descansado e olhar algum site interessante. Eu sei, foi improdutivo, mas eu estava compensado meus dias de loucura Tasmâniana.

No mesmo dia, classifiquei meus papéis nas três categorias da Tríade e minha mesa ficou LIMPA. Não tinha papéis espalhados pela mesa, e eu não estava, mais ansioso por ver tantas coisas a serem feitas.

Depois disso comprei o livro. Num sebo, eu confesso, e o estou devorando. Mas estou lendo com a consciência de que atitudes têm que ser tomadas para que se mude os resultados.

Vi que as mudanças tem que ser mais profundas do que colocar papéis em pastas.

Estou muito feliz, com este novo assunto e acho que minha vida pode melhorar depois que tiver aprendido um pouco mais.

Christian, ( ou quem estiver lendo este e-mail… ) agradeço pelos pequenos/grandes avanços até agora, e vou mantê-lo informado das novas evoluções.

Agradeço num dos meus momentos ” Fazer Nada”, Abraços,

Gérson Worobiej

O Tempo e o Vento

 

Uma leitora, a Nana Shara, mandou um e-mail com um crônica interessante sobre o tempo, segue o post:

Tic-Tac, tic-Tac. O tempo passa, o tempo voa … Voa como o vento que está em todos os lugares ao mesmo tempo. Sinto que as nossas vidas são assim: temos que sempre nos desdobrar em duas ou três pessoas, para fazer alguma atividade, sempre correndo, sempre apressados. Não conseguimos curtir o momento, parar, como ao ouvir o silêncio. Curtimos tudo muito rápido, almoçamos rápido, não temos tempo de ler um livro, apenas folheamos suas páginas e lemos a sua síntese. Não temos tempo de curtir os amigos, os deixamos de lado e a amizade vira apenas pó que vai se esvairando aos poucos … Não temos tempo nem para um banho de sol, privilégio que até presos tem … Falta hora, minuto e segundo … Falta momento … Falta atitude … Trocamos de emprego toda a hora e perdemos as férias, o descanso merecido e necessário, que o corpo precisa. Já não queremos nem ter filhos, dá trabalho, toma tempo … E queremos aprender tudo ao mesmo Tempo. Tempo.

F0nte: http://www.reflexodeumavida.blogspot.com